Violência

Briga em festa termina em morte no interior de Canguçu

Segundo a polícia, um PM foi agredido e teria agido em legitima defesa; Alcides Oliveira 47 foi baleado e morreu a caminho de Pelotas

11 de Fevereiro de 2019 - 08h17 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Atualizada às 11h40min para acréscimo de informações

A Polícia Civil de Canguçu instaurou inquérito para apurar as circunstâncias de dois crimes ocorridos entre a noite de domingo (10) e a madrugada desta segunda, no interior do município. Uma briga generalizada na localidade de Pantanoso, 2º Distrito do município, resultou na morte de Alcides Oliveira, 47 anos, deixou um baleado e outro com ferimentos na cabeça. Segundo a delegada Lisiane Mattarredona, o suposto autor dos disparos é um policial militar que alega ter sofrido uma tentativa de homicídio. 

"Ele relatou que sofreu uma emboscada, sendo que seis homens teriam o cercado e o agredido com barras de ferro. No primeiro momento, ele teria disparado para afastar os agressores e, como não teve resultado, teria atirado nos seus agressores", conta a delegada. A Brigada Militar (BM) foi acionada e passou a fazer buscas pela localidade atrás do grupo que fugiu do local. Alcides Oliveira morreu a caminho de Pelotas, onde os outros envolvidos foram buscar atendimento no Pronto-Socorro.

Informada de que os suspeitos de agressão poderiam estar no hospital de Pelotas, a BM local foi até o PSP e lá localizou um deles. Este teria admitido ter usado barra de ferro para agredir o PM. Duas pessoas foram autuadas em flagrante por tentativa de homicídio qualificado.

Ainda segundo Lisiane, o Polícia Militar foi socorrido por popular e está internado em Canguçu com vários ferimentos na cabeça. 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados