Estado

Ataques a bancos têm queda recorde em outubro

Rio Grande do Sul registrou apenas dois desses crimes durante o mês, contra 15 no mesmo período do ano passado

13 de Novembro de 2020 - 16h38 Corrigir A + A -
Envio de nove líderes de facções para presídios federais deve contribuir para manter queda nos índices criminais (Foto: Everton Ubal - BM)

Envio de nove líderes de facções para presídios federais deve contribuir para manter queda nos índices criminais (Foto: Everton Ubal - BM)

Com praticamente todas as atividades econômicas retomadas após o período de operações restritas como consequência da pandemia da Covid-19, o Rio Grande do Sul alcançou em outubro um recorde nas estatísticas dos indicadores econômicos. O crime de ataques a banco sofreu queda de 86,7% no Estado.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o número comprova a manutenção ininterrupta do trabalho das forças de segurança como fator principal para a sequência de reduções nos indicadores criminais. Os ataques a banco, que foram 15 casos no 10° mês de 2019, representam apenas dois em todo o Estado no mesmo mês deste ano – um roubo em Porto Alegre, no dia 23, e um furto em São Leopoldo, no dia 24.

O número é também o menor para outubro desde que começou a contabilização individual dos crimes contra estabelecimentos bancários, em 2012. Os dados estão nos indicadores criminais de outubro divulgados pela SSP.

• Confira os indicadores criminais de outubro no RS


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados