Maus-tratos

Advogada é presa em flagrante por manter a mãe em cárcere privado

A vítima chegou a impor medidas protetivas contra a mulher mas retirou por acreditar que a filha mudaria o comportamento

13 de Março de 2019 - 17h21 Corrigir A + A -

Por: Giulliane Viêgas
giulliane.viegas@diariopopular.com.br

Uma advogada foi presa em flagrante por agentes da Delegacia de Polícia do Capão do Leão após manter a mãe, idosa de 77 anos, em cárcere privado. A prisão da mulher aconteceu após denúncias de que a idosa havia sofrido agressões durante a noite e estaria sendo mantida em cárcere privado pela filha. A vítima chegou a impor medidas protetivas contra a mulher mas retirou por acreditar que a filha mudaria o comportamento. A idosa já havia prestado queixas de maus-tratos cometidos pela advogada. 

Ao chegar no local, os agentes da Polícia Civil chamaram pela vítima e ouviram um gemido vindo dos fundos da casa. Os policiais, então, entraram no imóvel e encontram a idosa deitada em seu quarto,  com aparência debilitada. A acusada também estava na casa e foi presa em flagrante. Ela chegou a ameaçar os policiais. 

A advogada foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e em seguida ao Presídio Regional de Pelotas (PRP).


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados