Expointer

Vigilância sanitária monitora condições dos serviços de alimentação

Medida faz parte dos protocolos de saúde elaborados para a Expointer

10 de Setembro de 2021 - 15h03 Corrigir A + A -
Serviços de alimentação passam por inspeção de rotina durante o evento. (Foto: Divulgação - SES)

Serviços de alimentação passam por inspeção de rotina durante o evento. (Foto: Divulgação - SES)

Os protocolos de saúde elaborados para a Expointer 2021 vão muito além das medidas de prevenção à Covid-19. Como é de prática em todas as edições, a vigilância sanitária do Estado realiza um constante monitoramento das condições dos serviços de alimentação do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, sejam eles restaurantes, bares ou locais de venda de produtos alimentícios.

Conforme as condições encontradas, as medidas a serem adotadas podem ser desde a inutilização de parte dos alimentos até a interdição do local até a solução do problema. A notificação e o processo administrativo nessas situações são abertos pela vigilância municipal, a quem cabe essa atribuição.

Antes do início da exposição, todos esses estabelecimentos ou produtores precisam apresentar a documentação exigida específica para a área de atuação. Durante a feira, todos os serviços passam por inspeção de rotina. “Esses são os momentos nos quais observaremos se eles estão seguindo os regramentos sanitários exigidos pela legislação”, comenta a servidora Francine Cardoso, do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs). “Entre os nossos principais focos nessas inspeções estão a verificação da temperatura e forma de acondicionamento dos alimentos, se há informação de procedência e validade nos produtos, assim como as boas práticas que o estabelecimento precisa adotar”, completa. Francine é umas oito servidoras do setor de alimentos do Cevs que atuam nesta edição da Expointer, que conta ainda na equipe com um técnico da 18ª Coordenadoria Regional de saúde e uma residente.

Nas inspeções, são vistoriadas desde as áreas de consumo por parte dos clientes até as cozinhas e freezers ou outros locais de armazenamento. Esse trabalho é realizado em conjunto com a vigilância sanitária do município de Esteio, com o apoio complementar da equipe de servidores do setor de alimentos do Cevs.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados