Acesso

TV Câmara deve entrar em sinal aberto até o final do ano

Implantação do novo sistema está na fase de instalação de equipamentos

08 de Novembro de 2019 - 16h45 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Reuniões em Brasília deram sequência ao projeto.  (Foto: Divulgação - DP)

Reuniões em Brasília deram sequência ao projeto. (Foto: Divulgação - DP)

Equipamentos começaram a ser instalados no mês passado.  (Foto: Divulgação - DP)

Equipamentos começaram a ser instalados no mês passado. (Foto: Divulgação - DP)

O tão esperado sinal aberto para a TV Câmara de Pelotas deve sair do papel até o final deste ano. O canal que transmite sessões e atividades cotidianas da Câmara de Vereadores teve avanços na última semana, quando o presidente do poder legislativo, vereador Fabrício Tavares (PSD) esteve em Brasília para tratar do assunto.

Em uma reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), foi assinada a atualização do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o poder legislativo local, estadual e federal. O processo para transmissão em sinal aberto junto à Rede Legislativa Federal de Rádio e Televisão teve os ajustes de programação e conteúdo definidos na sede da emissora em Brasília. Já a parte operacional está na fase de conclusão da instalação dos equipamentos para recepção e emissão do sinal.

“A partir desse sinal aberto a população poderá acompanhar mais de perto o trabalho dos vereadores e ampliar a aproximação do nosso Legislativo, já que a TV Câmara poderá ser assistida por todos”, explicou Tavares.

Atualização do Acordo
Atendendo ritos burocráticos, Tavares também precisou fazer a atualização do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre a Câmara dos Deputados, a Assembleia Legislativa e a Câmara Municipal, devido à inclusão de novas atribuições e exigências legais.

O vereador também esteve reunido com representantes da Associação Brasileira de Televisões e Rádio Legislativas (Astral). Assim como a maioria das cidades de mesmo porte que tiveram a consignação do canal público, a TV Câmara de Pelotas passará a integrar essa Associação.

“É uma recomendação da própria Rede Legislativa para que integremos esse grupo, tanto para a troca de informações técnicas e demandas das TVs espalhadas pelo país, quanto para atualização constante das normatizações de conteúdos a serem veiculados”, detalhou o chefe de comunicação da Câmara Municipal, César Soares. Também estavam presentes nas reuniões, a diretora da empresa Público Play (empresa terceirizada que faz a operacionalização da TV), Cátia Quevedo e o procurador jurídico da Câmara, Pedro Piegas.

Pelotas será a quinta cidade do estado a integrar a Rede Legislativa de Televisão. Entre as 52 cidades integrantes estão as gaúchas Rio Grande, Bagé, Santa Maria e a capital Porto Alegre.

Histórico

A implantação do sistema de transmissão por sinal aberto da TV Câmara de Pelotas é um processo bastante aguardado e tem contado com o esforço coletivo de muitas mãos durante todo o trâmite: desde a solicitação da consignação do Canal no Ministério das Comunicações, a assinatura do acordo de cooperação técnica, pelo então presidente da Casa, Ademar Ornel (DEM) e concessão do Canal em 2016, readequação do projeto de Instalação e Dimensionamento, até a contratação do responsável técnico e aquisição dos equipamentos necessários, na atual gestão do presidente Fabrício Tavares.

Instalação

Desde o mês passado os novos equipamentos começaram a ser instalados no prédio da Câmara como as antenas de recepção de sinal do satélite, cabos de fibra óptica e também a antena de transmissão que está localizada na área central, no alto do Edifício Itatiaia, além das fontes de energia ininterruptas (No-breaks).

Acesso aos Legislativos Estadual e Federal

Com a concessão do canal de TV digital para a Câmara Municipal de Pelotas, a população terá acesso também às transmissões da Câmara Federal e da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Por meio da multiprogramação um único canal pode ser subdividido: assim além do sinal aberto da TV Câmara Pelotas pelo canal (21.2), poderão ser sintonizados também os canais da TV Câmara Federal (21.1) e da Assembleia Gaúcha – ALTV (21.3). A TV Senado ainda está em processo de readequação técnica, e portanto está disponível apenas para as capitais.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados