Escolhas

Trzeciak: "A gente tem que ser coerente"

Ao DP, deputado Daniel Trzeciak diz que região depende de recursos e que, por isso, é natural que haja seu apoio ao governo

14 de Setembro de 2021 - 19h42 Corrigir A + A -

Por: Vitória Leitzke
vitoria@diariopopular.com.br

Além do cenário político nacional, deputado falou sobre seus planos eleitorais - Foto: Lucian Brum - Especial - DP

Além do cenário político nacional, deputado falou sobre seus planos eleitorais - Foto: Lucian Brum - Especial - DP

Eleito deputado federal em 2018 após dois anos como vereador, aos 34 anos Daniel Trzeciak (PSDB) afirma viver o atual momento político sem deixar de pensar no que vem pela frente. O que inclui as possibilidades de reeleição no ano que vem e uma eventual tentativa futura de disputar a prefeitura. Em conversa com o Diário Popular, o parlamentar falou com a superintendente do Jornal, Virginia Fetter, e a reportagem sobre o desenvolvimento da Zona Sul, planos políticos para os próximos anos e o trabalho para que o governador Eduardo Leite, do mesmo partido, seja candidato à Presidência em 2022.

Segundo o deputado, o desenvolvimento da região vem em constante ascendência. Ele cita como movimentos importantes o trabalho pela duplicação da BR-116, principal via que liga à região metropolitana de Porto Alegre e a Serra, além do esforço pela redução das tarifas nos pedágios e atração de investimentos para Pelotas e cidades vizinhas.

"A gente está dando um outro rumo, uma outra cara. Vamos resolver tudo? Claro que não, mas uma coisa vai puxando a outra, isso cria uma esperança para quem quer investir, gerando emprego, renda, movimentando a economia", comenta. O parlamentar diz que, em pouco mais de dois anos e meio de mandato, destinou R$ 35 milhões à região, sendo R$ 20 milhões para infraestrutura e repasses para os cinco hospitais públicos de Pelotas.

Na manhã de ontem, Trzeciak assinou com a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) contratos para pavimentação de cinco ruas: Carlos de Carvalho e Alberto Bento, no Fragata, na avenida República e nas ruas Antônio Joaquim Dias e Guararapes, no Areal. "São ruas no Fragata e Areal, dois bairros importantes, as obras começam daqui a 15 ou 20 dias."

Planos eleitorais

Apontado como um dos nomes possíveis dentro do PSDB para a sucessão da atual prefeita, o deputado afirma "estar pronto" para as disputas de 2022 (deputado federal) e 2024 (prefeitura). Mas diz que o foco atual é viabilizar Leite como candidato à Presidência da República, superando a concorrência interna com João Dória, governador de São Paulo. "Isso é ao curto prazo, a gente vai saber isso já em novembro. Depois a gente vai ter, obviamente, muita conversa para saber os caminhos que o partido vai tomar, qual nome o partido vai apresentar para o Piratini e para o Senado."

Apoio a Bolsonaro

Enquanto o candidato às eleições de 2022 não é definido, Trzeciak diz que, apesar de não apoiar e não concordar com muitas falas e atitudes de Jair Bolsonaro (sem partido), "importante que esteja com ele" pelo fato de ser deputado federal do Rio Grande do Sul e representar uma região que, segundo ele, precisa de pautas do governo federal. "Não porque eu goste dele, mas porque a região e o Estado precisam de obras do governo, precisam de recursos do governo, então é natural que isso aconteça", justifica.

Criticado por votos recentes em favor de pautas do Planalto, o deputado diz que defende as pautas por convicção. "A gente tem que ser coerente. Acho que o governo Bolsonaro apresentou pautas que eu defendi por convicção, não por gostar do presidente ou não gostar. A população, muitas vezes, usa nas redes sociais que o deputado vota X por cento a favor do governo Bolsonaro, por isso é bolsonarista. Se o PT apresentar projetos que importantes para o Brasil eu vou dizer 'não, sou contrário só porque é do PT'? Acho que a gente tem que pensar no cidadão, que está lá esperando o resultado dessas reformas, de projetos importantes, então temos que ter responsabilidade", finaliza.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados