Legislativo

Reforma tributária é prioridade, diz Viana

A políticos e entidades da região, deputado tucano prestou contas do mandato e disse que revisão nos impostos chegará à Assembleia

17 de Fevereiro de 2020 - 20h01 Corrigir A + A -

Por: Vinicius Peraça
vinicius.peraca@diariopopular.com.br 

Carlos Queiroz 851630

Deputado apresentou balanço de suas atividades na Assembleia e projetou pautas de 2020 (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Se depender da disposição do governo do Estado e de sua base de apoio, a proposta de reforma tributária do Estado deve chegar até março à Assembleia Legislativa. Atento às dificuldades impostas pelas eleições municipais de outubro e o envolvimento de muitos parlamentares, o governador Eduardo Leite deve priorizar os debates e votações durante o primeiro semestre do ano.

A avaliação foi feita nesta segunda (17) pelo deputado estadual Luiz Henrique Viana (PSDB) durante evento de prestação de contas do mandato. O tucano disse que os projetos que englobam fontes de receita como ICMS, IPVA e outros tributos estão sendo elaborados por técnicos do governo. "Isso está sendo discutido e formatado. Como esse é um ano complicado, a tendência é dar andamento até a metade do ano, pois depois fica mais difícil", disse.

Líder do partido na Assembleia, Viana reuniu na sede da Azonasul, em Pelotas, secretários do governo Paula Mascarenhas (PSDB), políticos e representantes de entidades da região para um balanço do primeiro ano como deputado. Além de ressaltar medidas pessoais de economia no gabinete, deu detalhes sobre projetos aprovados e outros que encontram-se em tramitação. Entre eles destacou o PLC 540/2019, que estabelece a possibilidade de realização de prova de vida a segurados do IPE mesmo em cidades que não contem com sede do instituto.

Diário Popular

O deputado apresentou recentemente à Assembleia proposta para que o jornal Diário Popular seja oficialmente reconhecido como de relevante interesse cultural do Estado. "É um veículo tradicional que chega a 130 anos com grande importância e alcance não só local, mas estadual e também nacional", ressaltou. O PL 8/2020 aguarda entrada na pauta das comissões.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados