2022

Prévia no PSDB tem horário prorrogado

Partido revelou problemas no aplicativo de votação

21 de Novembro de 2021 - 14h54 Corrigir A + A -
 (Foto: Divulgação - DP)

(Foto: Divulgação - DP)

A prévia do PSDB para a candidatura à presidência da República, que coloca frente a frente o pelotense Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, e João Dória, governador de São Paulo, acabará mais tarde do que o planejado. Devido a uma falha no aplicativo de votação para os filiados, o horário de votação foi ampliado das 15h para as 18h deste domingo (21).

O resultado final da prévia, que tem ainda como candidato o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio, deve ser conhecido apenas à noite – anteriormente, a estimativa do partido era divulgar às 17h; no entanto, há sinalizações entre apoiadores do pelotense de adiamento por alguns dias do processo. 

Tanto as campanhas de Eduardo Leite quanto João Dória haviam declarado anteriormente dúvidas em relação ao sistema de votação por aplicativo, desenvolvido pela Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

No entanto, o partido manteve o cronograma de votação, que se iniciou às 7h deste domingo. Filiados em São Paulo relataram não ter conseguido acessar o aplicativo durante as quatro primeiras horas; a justificativa da cúpula foi de que houve um grande fluxo simultâneo e, para contornar o problema, estendeu o período de votação.

No Rio Grande do Sul, o mesmo relato: quem movimentou-se cedo, até conseguiu votar. Depois das 8h30, o aplicativo parou de funcionar. A CNN Brasil divulgou que o governador gaúcho solicitou a prorrogação de mais alguns dias para a votação, enquanto João Dória acenou com a possibilidade de apenas os presentes em Brasília participem do processo presencialmente. 

Eduardo Leite solicitou uma reunião com a cúpula partidária para as 15h, para avaliar a situação da prévia, conforme divulgado em nota pelo diretório gaúcho do partido. 

À publicação paulista, o presidente do PSDB, Bruno Araújo, evitou a polêmica e ressaltou que, se houve problema no aplicativo, foi devido à grande participação dos filiados – de 1,3 milhões em todo o país, apenas 44,7 mil inscreveram-se para votar.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados