Pandemia

Prefeitura ajusta decreto e desiste de flexibilizações

Com registro de primeiros óbitos e mudança de bandeira, prefeita Paula recua na ampliação de concessões a academias e ginásios esportivos

22 de Junho de 2020 - 18h53 Corrigir A + A -

Por: Vinicius Peraça
vinicius.peraca@diariopopular.com.br 

Óbitos e mudança de bandeira foram determinantes para o recuo em relação às flexibilizações (Foto: Michel Corvello - Ascom)

Óbitos e mudança de bandeira foram determinantes para o recuo em relação às flexibilizações (Foto: Michel Corvello - Ascom)

Previsto para começar a valer nas primeiras horas desta segunda-feira (22), o Decreto 6.284, atualizando as regras locais de distanciamento social, foi modificado pela prefeitura de Pelotas antes mesmo de ser publicado. Anunciado na quinta-feira, o documento previa liberação à prática de esportes em duplas em ginásios e quadras, além de autorizar o atendimento a mais de um aluno por professor nas academias. Contudo, diante do registro dos primeiros óbitos por Covid-19 na cidade e da mudança da bandeira amarela para a laranja anunciada pelo governo do Estado no sábado, a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) retrocedeu. Um novo texto foi assinado e nesta terça deve ser publicado no Diário Oficial.

Nesta segunda, o Executivo informou que continuam valendo as regras anteriores. No caso das atividades esportivas, elas podem ser feitas somente individualmente ou, no máximo, com a orientação de um professor ou treinador. Já nas academias, a determinação é semelhante, com orientação individualizada aos alunos.

Na semana passada, ao anunciar que flexibilizaria o decreto nestes pontos, a prefeita afirmou que um dos objetivos era melhorar o trabalho nestes locais. Segundo ela, a permissão a múltiplos alunos por profissional de educação física nas academias não interferiria no controle do vírus. "Consideramos que o mais importante é o número de pessoas por ambiente. O que estamos exigindo é que cada pessoa ocupe quatro metros quadrados", disse. Sobre os ginásios e quadras, Paula afirmou que seriam cobrados protocolos para minimizar o contato entre pessoas e o contágio, com fiscalização rígida.

Porém, após os registros das duas mortes e 20 novos casos de Covid-19 desde sexta-feira, a opção foi por adotar cautela. Especialmente com relação aos esportes. "Vamos esperar mais um tempo para ver como a pandemia se comporta no decorrer da próxima semana, para retomar a discussão em relação ao retorno dos esportes em dupla", disse a prefeita.

Protocolos de testagem

Embora tenha sido atrasado para estes ajustes, o novo decreto foi publicado na tarde desta segunda e trouxe alterações nos protocolos de testagem a ser adotados por empresas e serviço público.

Conforme a nova orientação, caso seja identificado um trabalhador com síndrome gripal em qualquer setor (com exceção da administração pública), este deverá ser afastado imediatamente por precaução, assim como todas as pessoas com quem teve contato no local. Caso seu resultado seja negativo para Covid-19, mas permaneça com sintomas, só poderá retornar após recuperado. Já os contactantes podem retomar as atividades imediatamente. No entanto, se o teste for positivo para o vírus, tanto o testado quanto os contactantes terão que ficar afastados por duas semanas.

Assim como já anunciado na semana passada, o novo decreto traz ainda a previsão de fechamento de estabelecimentos por duas semanas caso 30% ou mais dos funcionários sejam confirmados com coronavírus. A intenção é evitar surtos da doença.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados