Mobilização

Prefeitos discutem ações contra efeitos da estiagem

Encontro da Azonasul neste sábado em Pedro Osórío também contará com a presença da secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann

07 de Fevereiro de 2020 - 20h19 Corrigir A + A -

Por: Vinicius Peraça
vinicius.peraca@diariopopular.com.br 

JF8604

Em algumas localidades da região, água tem chegado aos moradores através de caminhões-pipa (Foto: Jô Folha - DP)

Prefeitos e representantes dos 23 municípios do sul do Estado terão uma reunião neste sábado (8) em Pedro Osório para discutir os problemas enfrentados com a escassez de chuvas nos últimos meses. Marcado para às 19h no Sindicato Rural, dentro da programação da XIX Expofesta Regional da Melancia, o encontro contará com a participação de deputados da região.

O fórum, promovido pela Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), pretende fazer um balanço das perdas econômicas na produção rural e o impacto na vida de famílias que estão tendo dificuldades de abastecimento de água. Na última quarta (5), Pedro Osório e Cerrito se juntaram a Canguçu, São Lourenço do Sul, Morro Redondo e Piratini como cidades que decretaram emergência.

Com precipitação 60% abaixo da média para o período entre dezembro e fevereiro no município, a prefeitura de Pedro Osório tem buscado amenizar a crise levando água diariamente a propriedades rurais. Segundo relatório divulgado pela Emater, a tendência é que pelo menos mais uma prefeitura, Pinheiro Machado, decrete emergência devido às perdas no campo.

"Estamos convidando o coordenador regional da Emater. A ideia é avaliar como está a situação dos municípios para fazer uma ação em conjunto", afirma o presidente da Azonasul e prefeito do Capão do Leão, Mauro Nolasco (PT). Com base nisso, o grupo deve pedir apoio aos parlamentares para que busquem apoio junto aos governos estadual e federal para a liberação de recursos.

Orientações sobre coronavirus

Convidada pela Azonasul para a reunião, a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, irá conversar com prefeitos e secretários de saúde dos municípios sobre o coronavírus. Recentemente, um possível caso chegou a ser monitorado em Pelotas. No entanto, a possibilidade de infecção foi logo excluída. "Pretendemos dar algumas orientações sobre o novo vírus e falarmos sobre a regularidade dos pagamentos do governo aos municípios e hospitais", indica a secretária.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados