Eleição 2020

PP afasta Roger Ney da presidência do diretório

Direção estadual do partido decidiu destituir do cargo o candidato a vice de Paula e alçou à liderança a vice-presidente, apoiadora de Fetter Jr.

15 de Setembro de 2020 - 12h55 Corrigir A + A -

Por: Vinicius Peraça
vinicius.peraca@diariopopular.com.br 

O presidente gaúcho do Progressistas, Celso Bernardi, determinou o afastamento do vereador Roger Ney da presidência do diretório do partido em Pelotas. A decisão foi tomada no final da manhã desta terça (15) após pedido de abertura de processo ético no partido por parte de apoiadores do ex-prefeito Fetter Jr.

A decisão em caráter liminar destitui Roger Ney do comando local do partido até que o PP estadual promova o julgamento do processo aberto por solicitação do vereador Fabrício Tavares, do secretário-geral do partido Paulo Grigoletti Gastal, do advogado Pedro Piegas e do candidato a vereador Rafael Amaral. Com isso, quem assume a presidência em Pelotas é a atual vice, Beth Marques Dias, defensora da candidatura própria da sigla ao Executivo.

No documento, Bernardi justifica a decisão apontando a necessidade de consolidar a posição progressista na Justiça Eleitoral a tempo da disputa nas urnas. Segundo ele, o atual conflito estabelecido entre Roger Ney, que pretende ser vice de Paula Mascarenhas (PSDB), e Fetter Jr., que busca candidatura a prefeito, colocaria a sigla sob o risco para as eleições "dado o exíguo prazo que se estabelece daqui até o fim do prazo do registro de decisões atinentes às convenções municipais de 2020".

A partir da destituição de Roger Ney da presidência, Fetter Jr. dá mais um passo em direção à confirmação de sua candidatura a prefeito e à ruptura do Progressistas com a chapa governista. Na segunda à noite, decisão do juiz da 34ª Zona Eleitoral de Pelotas já havia favorecido o ex-prefeito ao revisar decisão liminar que, até então, favorecia a coligação do partido com o PSDB e indicação de Roger Ney como vice de Paula.

Roger Ney aguarda notificação

Procurado pela reportagem, Roger Ney disse ainda não ter sido notificado sobre a decisão tomada pela presidência estadual do PP. Ele afirma que só irá se manifestar sobre o caso após receber informação oficial do partido.

Propriedade intelectual do Jornal Diário Popular

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados