Eleições 2016

Paula Mascarenhas será candidata à prefeitura de Pelotas pelo PSDB

Atual vice concorrerá representando a continuidade do projeto de administração pública executado por Eduardo Leite

23 de Julho de 2016 - 18h58 Corrigir A + A -
Nome da candidata tucana recebeu apoio de onze siglas (Foto: Jô Folha - DP)

Nome da candidata tucana recebeu apoio de onze siglas (Foto: Jô Folha - DP)

Paula terá o desafio de continuar planejamento da atual gestão (Foto: Jô Folha - DP)

Paula terá o desafio de continuar planejamento da atual gestão (Foto: Jô Folha - DP)

Filiados do PSDB ainda votaram autorização para eleição do nome do vice da chapa (Foto: Jô Folha - DP)

Filiados do PSDB ainda votaram autorização para eleição do nome do vice da chapa (Foto: Jô Folha - DP)

O único nome na cédula de votação da convenção do PSDB em Pelotas indicava a confirmação do nome da atual vice-prefeita Paula Mascarenhas como candidata ao Executivo. Por volta das 18h deste sábado (23), a ata lida no plenário da Câmara de Vereadores lançou a candidatura da tucana à prefeita. Ao lado do atual prefeito Eduardo Leite (PSDB) e dos onze partidos apoiadores, reafirmou o compromisso em dar continuidade ao ideais exercidos pelo então governo municipal.

Durante o discurso, presidentes partidários não pouparam elogios a escolha de Paula para concorrer à prefeitura, mas também aproveitaram o espaço para criticar pré-candidatos especulados para a disputa. A candidatura da tucana recebeu 44 votos favoráveis, a totalidade da votação. Os filiados ao PSDB também aprovaram a autorização à comissão executiva da sigla para realizar novas coligações - na disputa majoritária e proporcional -, deliberando assim o nome do vice para a chapa.

Para tentar eleger Paula Mascarenhas, onze partidos e o PSDB irão compor a coligação: PTB, PP, PMDB, PPS, PRB, PSB, PSD, PR, PSC, PV e SDD. Ao comentar o nome ada última campanha - "Pelotas de Cara Nova -, Eduardo deu pistas do futuro nome para chapa deste ano. Pedindo para todos os filiados e apoiadores gritarem "A Mudança Não Pode Parar" , o atual chefe do Executivo pediu para as pessoas lembrarem da frase para as eleições.

Apoio sinalizado
Embora o apoio do PP somente seja oficializado na convenção do partido, o vereador pepista Roger Ney utilizou o espaço de pronunciamentos para garantir o apoio da sigla à frente encabeçada pelo PSDB. Sobre os rumores de que a aliança estaria condicionada à indicação de nome para vice, argumentou que "qualquer tentativa de sair do projeto seria apenas uma aventura".

Ao discursar ao colegas de chapa, Paula Mascarenhas falou na responsabilidade em dar seguimento aos projetos e às ações implantadas por Eduardo. Entretanto, disse estar preparada ao desafio e disposta a transformar o município conforme o plano de governo já testado nas urnas há quatro anos. "Assumo este desafio com firmeza, com mais coragem, mais tolerância. Me apresento como o exemplo de que a continuidade também pode ser a renovação", disse.

Quem é a candidata
Paula Mascarenhas possui 46 anos e é Doutora em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), ingressou na política em 199, quando assumiu a assessoria de cultura e educação do deputado estadual Bernardo de Souza, na Assembleia Legislativa. Concorreu pela primeira vez em cargos públicos em 2012 quando foi eleita vice-prefeita de Pelotas.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados