Jogo sujo

MP flagra transporte de eleitores em votação para Conselho Tutelar

Veículo com material de campanha carregava pessoas até escola nas Três Vendas; envolvidos terão que prestar depoimento à Promotoria

06 de Outubro de 2019 - 12h31 Corrigir A + A -

Por: Vinicius Peraça
vinicius.peraca@diariopopular.com.br 

* Atualizada às13h40min

Carlos Queiroz 14483

Eleitores foram às urnas escolher 30 representantes para o Conselho Tutelar de Pelotas (Foto: Carlos Queiroz - DP)

O Ministério Público Estadual (MP-RS) flagrou na manhã deste domingo (6) um veículo que estaria fazendo o transporte de pessoas para que votassem em candidato ao Conselho Tutelar de Pelotas. O caso aconteceu nas Três Vendas, zona norte da cidade.

Conforme a promotora da Infância e Juventude, Luciara Robe da Silveira, a irregularidade foi denunciada ao plantão do MP e a equipe se deslocou até a Escola Estadual de Ensino Médio Santa Rita. No local, foi identificado um ônibus com eleitores e material de campanha de um dos candidatos a conselheiro. Todo o material foi apreendido e as pessoas envolvidas terão que prestar depoimento.

Este foi o único caso flagrado pelo MP durante a manhã. No entanto, a promotora diz que diversas denúncias com fotografias e vídeos de irregularidades foram recebidas e que serão apuradas ao longo do domingo e nos próximos dias. “Vamos apurar e, conforme os casos, as pessoas envolvidas irão prestar depoimento e juntaremos provas para ações de cassação dos candidatos que se beneficiarem das irregularidades”, explica Luciara.

Denúncias de possíveis irregularidades podem ser feitas ao plantão do MP pelo telefone (53) 3279-3555.

Site da prefeitura fora do ar

Com pontos de votação distintos de uma eleição regular (prefeito ou governador, por exemplo), a eleição deste domingo para o Conselho Tutelar concentra zonas e seções eleitorais em apenas 31 pontos de votação. O que provoca dúvidas em muitos eleitores desavisados. Para piorar a situação, o site da prefeitura de Pelotas, onde estão divulgados os locais, permanece fora do ar desde o começo da manhã.

Tentando votar pela primeira vez em um conselheiro, o funcionário público Gustavo Generali, 48, teve dificuldades para descobrir a qual urna deveria se dirigir. Ao chegar ao Instituto Estadual de Educação Assis Brasil, foi informado de que não votaria ali. “Tentei diversas vezes antes de sair de casa, mas a página da prefeitura está fora do ar. Justamente no dia em que a gente mais precisa da informação”, reclamou.

Conforme a assessoria de comunicação do Executivo, a causa ainda não foi identificada. A equipe diz que, de acordo com a Companhia de Informática de Pelotas (Coinpel), há um "problema externo" e que a empresa que hospeda o site já foi contatada para solucionar a falha.

>> Confira a lista com os locais de votação

A votação para o Conselho Tutelar iniciou às 8h e encerra às 17h.

 

Propriedade intelectual do Jornal Diário Popular

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados