Tribunal

Luiz Fux é eleito presidente do STF

Atualmente, ministro ocupa a vaga de vice-presidente e passará a comandar o Supremo no dia 10 de setembro, quando termina o mandato de Toffoli

25 de Junho de 2020 - 17h46 Corrigir A + A -

Agência Brasil

Eleição ocorreu de forma simbólica, já que não há disputa (Foto: Marcelo Camargo - Agência Brasil)

Eleição ocorreu de forma simbólica, já que não há disputa (Foto: Marcelo Camargo - Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux foi eleito nesta quarta-feira (25) para o cargo de presidente da Corte. Atualmente, Fux ocupa a vaga de vice-presidente e passará a comandar o tribunal no dia 10 de setembro, quando termina o mandato de dois anos do presidente, Dias Toffoli. 

Em um breve discurso de agradecimento, Fux disse que vai se empenhar para manter o patamar do STF.

“Eu prometo aos meus colegas que vou lutar intensamente para manter o Supremo Tribunal Federal no mais alto patamar das instituições brasileiras. Vou sempre me empenhar pelos valores morais, pelos valores republicanos, me empenhar pela luta pela democracia e respeitar a independência entre os poderes dentro dos limites da Constituição e da lei. Que Deus me proteja”, disse. 

A eleição ocorreu de forma simbólica porque não há disputa. A investidura no cargo segue ordem de antiguidade de entrada no tribunal. 

Luiz Fux tomou posse no STF em 2011, após ser indicado para o cargo pela ex-presidente da República Dilma Rousseff e ser aprovado pelo Senado. O ministro é magistrado de carreira desde 1983 e também foi responsável pela elaboração do Código de Processo Civil (CPC), aprovado pelo Congresso em 2015. Antes de chegar ao tribunal, Fux era ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

A vice-presidente será a ministra Rosa Weber. 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados