Mudança

José Fortunati deixa o PROS

Na sigla desde o ano passado, ex-prefeito de Porto Alegre irá para seu sexto partido na carreira

12 de Janeiro de 2022 - 11h23 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Disputa. Político alega ter enfrentado dificuldades em formar nominata à Câmara. (Foto: Jô Folha - DP)

Disputa. Político alega ter enfrentado dificuldades em formar nominata à Câmara. (Foto: Jô Folha - DP)

O ex-prefeito de Porto Alegre José Fortunati anunciou ontem sua saída do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), ao qual estava filiado desde o ano passado e atuava como presidente do diretório estadual. Este é o quinto partido que ele integrou desde o começo da carreira política. Desde 1980, foram passagens por PT, PDT, PSB, PTB e PROS, sendo os quatro últimos em um período de apenas cinco anos.

O motivo alegado por Fortunati para a saída do PROS é a falta de recursos na sigla destinados a atrair concorrentes ao cargo de deputado federal nas eleições de 2022, especialmente quando comparadas às condições oferecidas por partidos mais estruturados e tradicionais. Com objetivo de concorrer a uma cadeira na Câmara dos Deputados, o político diz que irá procurar outra sigla para se filiar e disputar o cargo.

“Ajudamos a recolocar o PROS, partido com porte interessante no cenário nacional, no mapa político gaúcho. Mas sem candidaturas efetivas à Câmara de Deputados, corremos o sério risco de não atingir o quociente eleitoral. Ou seja, mesmo realizando uma boa campanha e obtendo uma votação expressiva, poderei ficar sem uma cadeira no parlamento federal. Não posso frustrar meu eleitor, que demonstra, sempre que pode, seu entusiasmo pela nossa candidatura e carinho por mim. Serei candidato a deputado federal, mas ainda não sei por qual partido”, diz.

Há menos de um mês, quando esteve em Pelotas, Fortunati disse ao Diário Popular que havia boas perspectivas pessoais na disputa a uma vaga na Câmara caso o partido formasse nominata capaz de obter 180 mil votos e que já trabalhava na organização da sua campanha pelo PROS.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados