Pós-desastre

Governo anuncia R$ 62 milhões para turismo em Brumadinho

Objetivo do repasse é minimizar o impacto econômico no município mineiro, atingido pelo rompimento de barragem da Vale

17 de Fevereiro de 2019 - 08h01 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

* Com informações da Agência Brasil

brum04-710x440

Parte da região foi devastada pela lama da barragem da Vale (Foto: Ricardo Stuckert - Fotos Públicas)

O Ministério do Turismo irá repassar R$ 62 milhões do Fundo Geral de Turismo (Fungetur) para o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para tentar impulsionar o turismo em Brumadinho. O município foi atingido pelo rompimento da barragem de rejeitos de minério da Vale no dia 25 de janeiro. Até o momento, 166 mortos foram encontrados e 144 pessoas continuam desaparecidas.

O anúncio do dinheiro foi feito pelo ministro Marcelo Álvaro Antônio em visita ao município no sábado (16). Mais de sete mil empresários foram considerados aptos a receber os recursos através do banco para tentar reativar a atividade econômica local. Brumadinho sedia o maior museu ao ar livre da América Latina – o Instituto Inhotim – e tem na atividade turística uma importante fonte de renda.

“Precisamos agir agora e evitar que as circunstâncias aprofundem ainda mais as feridas dessa tragédia. O turismo vai devolver esperança à cidade”, disse Álvaro Antônio.

O dinheiro será disponibilizado com condições especiais, com prazos maiores e menores encargos, tendo como principal alvo microempresas que atuam com hospedagem, agências de viagem, locadoras de veículos e transportadoras turísticas.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados