Engajamento social

Eduardo Leite se encontra com Obama em São Paulo

Ex-prefeito de Pelotas esteve entre os 11 brasileiros selecionados e deu a entender que pode ser candidato ao Piratini em 2018

05 de Outubro de 2017 - 21h07 Corrigir A + A -
Encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira em São Paulo (Foto: Obama Foundation)

Encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira em São Paulo (Foto: Obama Foundation)

O ex-prefeito de Pelotas, Eduardo Leite (PSDB), se encontrou com o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante a tarde desta quinta-feira (5) em São Paulo. Leite foi um dos 11 selecionados para o encontro, promovido pela recém-criada Fundação Obama, que reuniu brasileiros com alguma ligação com instituições norte-americanas e que fossem envolvidos com projetos de engajamento social. O encontro foi às 14h em um hotel e durou cerca de uma hora e meia. Os participantes, seis homens e cinco mulheres, tinham entre 23 e 36 anos.

Leite contou, por telefone, que Obama chegou à sala e colocou o paletó sobre uma cadeira. Arregaçou as mangas e cumprimentou um a um de maneira simpática. "Depois ele pediu para que cada um falasse sobre seus projetos de transformação social e que pudessem ter, de alguma forma, ajuda da Fundação", relatou Eduardo. Na sua vez de falar, o ex-prefeito salientou que era o único que havia ocupado um cargo político entre os 11 participantes, e que por isso teve uma ferramenta de maiores possibilidades de transformação. "Se um governo não funciona, todas as iniciativas sociais são para enxugar gelo", opinou.

Conforme Eduardo, Obama buscou, durante a reunião, conhecer a respeito de projetos desenvolvidos pelos jovens e que trouxessem desafios de como organizar a participação social. "De alguma forma, isso já existe com as redes sociais, mas um governo precisa criar uma forma disso se tornar organizado e efetivo", manifestou o tucano. Leite disse que, durante a reunião, Obama se referiu a ele como um jovem prefeito e debateu como outros jovens prefeitos e políticos poderiam criar uma rede de troca de informações e ideias, "envolvendo políticos americanos, latinos e brasileiros", informou o ex-prefeito.

Questionado como se deu a seleção, Leite não soube explicar. Ele conta que há 20 dias recebeu uma ligação do consulado americano marcando uma entrevista e há dez dias recebeu a confirmação do encontro, que até então era sigiloso.

Rede bem cuidar
Um exemplo dado ao ex-presidente Barack Obama foi a criação da Rede Bem Cuidar, que construiu uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Bom Jesus, em Pelotas, e normalmente é utilizado como uma marca de seu governo na cidade. Premiado internacionalmente, o novo conceito da UBS foi planejado entre a prefeitura de Pelotas e o programa Juntos pelo Desenvolvimento, liderado pela Comunitas. "É um bom exemplo de engajamento, que foi criado junto com a comunidade", destaca Leite.

Eleições 2018
"Eu me sinto vocacionado ao Executivo", disse, ao responder à pergunta se preferia Legislativo ou Executivo, dando a entender que pode ser um dos candidatos ao Palácio Piratini em 2018. A decisão, segundo Leite, ainda depende da conjuntura política e da composição para formar um governo. O tucano tem rodado o Estado em reuniões do PSDB e mobilizado lideranças do partido para as próximas eleições.

Outros participantes
José Frederico Lyra Netto, 33 - fundador do movimento Acredito
Tábata Amaral de Pontes, 23 - fundador do movimento Acredito
Paulo Rogério Nunes, 36 - diretor-executivo do Instituto Mídia Étnica
Murillo Sabino, 28 - fundador do projeto Ruas
Felipe Neves, 28 - presidente do projeto Constituição na Escola
Tiago Gualberto, 34 - artista plástico
Cássia Moraes, 27 - participante do Fórum Brasileiro sobre Mudanças Climáticas


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados