Saúde

Câmara vai adotar rotina de fiscalização das Unidades Básicas de Saúde

Visitas serão feitas semanalmente para verificar problemas e queixas da comunidade

12 de Julho de 2021 - 19h27 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Presidente da Comissão, vereador Marcos Ferreira, o Marcola, coordenou a reunião on-line

Presidente da Comissão, vereador Marcos Ferreira, o Marcola, coordenou a reunião on-line

A Câmara de Vereadores de Pelotas através da Comissão de Saúde irá adotar a partir dessa semana uma rotina de fiscalização dos serviços da rede básica de saúde com visitas periódicas aos postos. A decisão foi anunciada nessa segunda-feira (12) na reunião mensal da Comissão de Saúde com a secretária municipal Roberta Paganini Ribeiro e que teve como tema, exatamente, os problemas da rede formada por 52 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s). A falta de médicos, demora e qualidade dos atendimentos e obras em postos foram os principais assuntos discutidos.

Sobre a falta de médicos, a secretária informou que três novos profissionais já estão com os contratos prontos para serem assinados e em breve entrarão em serviço. O retorno ao trabalho de profissionais até então afastados por apresentarem comorbidades à Covid-19. “As equipes estão incompletas por causa da pandemia, mas há tendência de melhora com retorno dos afastados por comorbidades que já foram vacinados. Alguns já estão se apresentando para voltar e isso vai melhorar”, afirma.

Questionada sobre as queixas da população sobre problemas de atendimento nos postos e, sobretudo, sobre a escassez de fichas distribuídas em determinadas UBS’s a secretária disse acreditar que o reforço das equipes somado a adoção do sistema de Unidades Sentinelas – que entrou em vigor nessa segunda-feira – deve minimizar os transtornos. A partir de agora as unidades CSU Cruzeiro, Leocádia, PAM Fragata e Salgado Filho passam a atender exclusivamente pacientes com sintomas gripais nos dois turnos, funcionando como sentinelas de casos suspeitos para Covid-19. Outras nove Unidades Básicas na cidade e 12 na colônia irão trabalhar em sistema misto com atendimento de casos gripais pela manhã e demais serviços à tarde.

A secretária também respondeu a questionamentos sobre problemas pontuais nas unidades Monte Bonito, Santa Terezinha, Salgado Filho, CSU Cruzeiro e Navegantes.

Fiscalização intensificada

O presidente da Comissão de Saúde, vereador Marcos Ferreira, Marcola (PTB) informou que a partir dessa semana a Câmara irá intensificar a fiscalização dos serviços e atendimentos nas unidades básicas com a adoção de um cronograma de visitas semanais, que começa já na quarta-feira pela UBAI Navegantes. “Iremos acompanhar de perto o atendimento, conversar com a população e fiscalizar o funcionamento das unidades. Nossa posição é sempre de discutir as políticas públicas e apresentar propostas para melhorá-las e só podemos fazer isso se estivermos na rua, onde estão os problemas”, declara.

                Participaram da reunião os vereadores Marcos Ferreira, Marcola (PTB), Michel Promove (PP), Miriam Marroni (PT), Sidnei Fagundes, Sid (PT), Fernanda Miranda (PSOL), Jurandir Silva (PSOL), Marisa Schwarzer (PSB), César Brisolara, Cesinha (PSB), Márcio Santos (PSDB), Paulo Coitinho (Cidadania), Jone Soares (PSDB) e Cristiano Silva (PSDB). 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados