Em debate

Câmara recebe epidemiologista Pedro Hallal em Audiência Pública

Painel proposto pela vereadora Miriam Marroni (PT) tem como objetivo apresentar os dados do estudo Covitel

11 de Maio de 2022 - 19h13 Corrigir A + A -
O Covitel, estudo protagonizado pela UPFel, foi publicado no fim de abril deste ano, após análise dos impactos da pandemia no dia a dia das pessoas (Foto: Divulgação - DP)

O Covitel, estudo protagonizado pela UPFel, foi publicado no fim de abril deste ano, após análise dos impactos da pandemia no dia a dia das pessoas (Foto: Divulgação - DP)

O epidemiologista da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), doutor Pedro Hallal, vai apresentar nesta quinta-feira (12) os resultados do estudo Covitel (Inquérito Telefônico de Fatores de Risco para Doenças Crônicas não Transmissíveis em Tempos de Pandemia), às 10h30min no plenário da Câmara de Vereadores. A iniciativa de convidar o epidemiologista, referência mundial no assunto, partiu da vereadora Miriam Marroni (PT), em organização conjunta com a mesa diretora.

O painel começa logo após a sessão ordinária, no plenário da Câmara, e será aberto ao público. O Covitel, estudo protagonizado pela UPFel, foi publicado no fim de abril deste ano, após análise dos impactos da pandemia no dia a dia das pessoas. Houve uma piora na alimentação e redução de atividades físicas, que podem resultar no aumento de doenças crônicas no país, como a diabetes, hipertensão, câncer, obesidade e infarto.

Foram entrevistadas 9 mil pessoas, em todo o território nacional, por telefone. A pesquisa indicou a diminuição do consumo de legumes e verduras - de 45% para 39% dos entrevistados - e no índice de pessoas ativas fisicamente: caiu de 38,6% para 30,3%. Outro dado alarmante é o aumento de diagnósticos de depressão: de 9,6% para 13,5%. O levantamento comparou a rotina das pessoas antes da pandemia com o primeiro semestre de 2022.

Segundo a proponente do painel, o evento nesta quinta-feira dará continuidade aos grandes debates na Câmara. "A casa dos grandes debates tem como apresentação a pesquisa nacional de sobre como está a vida após a pandemia. Serão apresentados os impactos da pandemia, o desequilíbrio alimentar, o isolamento e a falta de exercícios, os medos da doença, do desemprego e a preocupação financeira", pontuou Miriam. "Dados da pesquisa podem ser importantes para a formulação de políticas públicas", completou a vereadora.

Pedro Hallal é professor da UFPel, com atuação destacada na área da epidemiologia, na qual é mestre e doutor pela própria Universidade. Destacou-se na produção científica durante a pandemia da Covid-19, sendo coordenador do EPICOVID-19, o maior estudo epidemiológico sobre coronavírus no Brasil. É um dos coordenadores da Coorte de 2015 de Pelotas e do Observatório Global de Atividade Física. Também é um dos sócios fundadores e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde e foi membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências entre 2008 e 2013.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados