Tecnologia

Assembleia Legislativa institui Frente Parlamentar da Inovação

A iniciativa quer difundir o tema junto ao parlamento e pelo interior gaúcho

22 de Novembro de 2021 - 14h59 Corrigir A + A -
Deputado Marcus Vinícius de Almeida (PP) já colheu assinaturas de deputados para a instalação da atividade. (Foto: Divulgação - DP)

Deputado Marcus Vinícius de Almeida (PP) já colheu assinaturas de deputados para a instalação da atividade. (Foto: Divulgação - DP)

Em 2022, Porto Alegre sediará o South Summit, um dos maiores eventos de inovação do mundo. Ao vislumbrar este cenário, o deputado Marcus Vinícius de Almeida (PP), propôs a criação da Frente Parlamentar da Inovação na Assembleia Legislativa e já colheu assinaturas de deputados para a instalação da atividade.

Em reunião com o presidente do Instituto Caldeira, Pedro Valério, juntamente com o presidente da Câmara Temática de Inovação da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e prefeito de Restinga Sêca, Paulinho Salerno, ficou acordado que a Frente Parlamentar terá apoio institucional do Instituto para favorecer os trabalhos que serão realizados no estado do Rio Grande do Sul.

Afora isso, algumas estratégias já foram traçadas no encontro, tais como a realização de um evento em parceria com a Famurs, no mês de dezembro, intitulado “Seminário de Comunicação da Famurs - A inovação como ferramenta de desenvolvimento para o município”, que ocorrerá nos dias 10 e 11 de dezembro.

Para o deputado Marcus Vinícius de Almeida, a proposta da Frente Parlamentar da Inovação, traz à Assembleia uma nova possibilidade de se envolver com o desenvolvimento econômico do Estado, por meio de uma área que cresce e se desenvolve cada vez mais.

“O Rio Grande do Sul tem, a seu favor, os melhores centros de referência em inovação do Brasil, mas mesmo assim não se pode dizer que é o protagonista do País. Em 2022, teremos a chance de virar a chave, mas para isso todos os setores da comunidade precisam estar envolvidos. Entendo que o parlamento deve estar fortemente inserido nesta pauta e colaborando neste novo momento de oportunidades que temos acenando no horizonte” disse.

Conforme divulgado pela a Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT), o mapa da inovação foca na evolução da matriz econômica do RS, por meio do incentivo ao desenvolvimento de negócios intensivos em conhecimento e tecnologia, opção capaz de incrementar o crescimento do PIB gaúcho na próxima década e gerar desenvolvimento econômico e social de alto impacto no RS, através da inovação no empreendedorismo, visando à modernização de setores tradicionais da economia e a consolidação de novas empresas, caracterizadas pela utilização de tecnologias portadoras de futuro.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados