Crise financeira

Simp entra na Justiça por salários em dia

Mandado de segurança encaminhado pelo sindicato busca garantir pagamento de todos os servidores públicos municipais no quinto dia útil

04 de Outubro de 2019 - 19h12 Corrigir A + A -

Por: Vinicius Peraça
vinicius.peraca@diariopopular.com.br 

JF_3237

Funcionários públicos municipais estão em greve desde quarta-feira (2) (Foto: Jô Folha - DP)

O Sindicato dos Municipários de Pelotas (Simp) recorreu à Justiça para tentar garantir que todos os salários sejam pagos na segunda-feira (7). A data é o quinto dia útil de outubro, quando estavam previstos os depósitos referentes ao mês de setembro.

No mandado de segurança preventivo com pedido liminar enviado à 6ª Vara Cível Especializada em Fazenda Pública, o Simp argumenta que o atraso salarial anunciado pela prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) prejudica os trabalhadores que dependem dos valores para sustento. O documento exige prioridade à quitação dos salários, suspendendo outros compromissos.

"Os servidores não podem tolerar o descumprimento do pagamento de suas remunerações, mesmo porque é de presumir-se com absoluta lógica e razoabilidade, que tal situação perdurará nos meses subsequentes", diz o documento encaminhado sexta-feira pelo advogado Samuel Chapper, que representa o sindicato.

No final da tarde desta sexta (4), o juiz Luís Antônio Saud Teles determinou a intimação do representante jurídico do Executivo para que se manifeste em até 72 horas sobre o atraso salarial. A decisão do magistrado se acatará ou não o pedido do Simp só será tomado depois da resposta da prefeitura. Até a publicação desta matéria a procuradora-geral do município, Luciane Acunha Moreira, ainda não havia sido notificada.

Propriedade intelectual do Jornal Diário Popular

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados