Priorização

Profissionais da saúde ganham prioridade de atendimento

Lei sancionada pela prefeita vale para estabelecimentos públicos e privados de qualquer natureza

28 de Abril de 2021 - 09h20 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Marcola (PTB) é autor da lei sancionada pela prefeita (foto Volmer Perez)

Marcola (PTB) é autor da lei sancionada pela prefeita (foto Volmer Perez)

Foi sancionada pela prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) a Lei 6901/20 que garante prioridade no atendimento de profissionais da área da saúde em estabelecimentos públicos e privados de qualquer natureza, enquanto durar a pandemia de Covid-19. A lei é de autoria do vereador Marcos Ferreira, Marcola (PTB) que preside a Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Pelotas.

O texto da lei prevê que para fazer valer seu direito, e não esperar em filas, os profissionais devem apresentar um documento de identidade funcional como, por exemplo, crachá de trabalho da unidade de saúde empregadora, CTPS com contrato de trabalho em vigor e outros mais que puderem servir para auxiliar na identificação do profissional.

“Estamos em uma época na qual os profissionais de saúde são essenciais dentro dos hospitais e nos locais de atendimento para a população, mas como todas as pessoas eles precisam pagar contas ou ir ao supermercado, então o que podemos fazer é garantir que possam cumprir essas rotinas da maneira menos estressante e demorada possível e é isso que pretende essa lei”, justifica Marcola.

O ato de assinatura da lei aconteceu de forma on-line, contou com a presença da prefeita e do secretário de Governo e Ações Estratégicas, Fábio Machado.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados