2021-2024

Paula toma posse prometendo atenção à pandemia e mais cuidado com bairros

Prefeita reeleita e o vice Idemar Barz deram início nesta sexta ao segundo mandato com cerimônia fechada no saguão da sede do governo

01 de Janeiro de 2021 - 19h40 Corrigir A + A -

Por: Vinicius Peraça
vinicius.peraca@diariopopular.com.br 

Carlos Queiroz 529776-P

Primeira prefeita reeleita, Paula elencou como prioridade combater os efeitos da pandemia e melhorar serviços de zeladoria nos bairros (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Foi com as promessas de continuar enfrentando os efeitos da pandemia de coronavírus e melhorar o atendimento a bairros periféricos que a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) e o vice Idemar Barz (PTB) iniciaram nesta sexta (1º) o segundo mandato na prefeitura de Pelotas. Reeleitos em novembro com 68,7% dos votos, ambos tomaram posse em cerimônia no saguão da prefeitura que, pela primeira vez, teve acesso restrito somente ao secretariado e o presidente da Câmara. Por conta dos protocolos de prevenção à Covid-19, nem mesmo familiares puderam acessar o local e autoridades convidadas participaram por videoconferência do ato transmitido pelas redes sociais do Executivo.

Primeiro a falar durante a solenidade, Barz fez discurso em que buscou chamar a atenção para o papel de vice-prefeito. Sem mencionar diretamente o processo eleitoral, quando sua substituição chegou a ser cogitada pelo conjunto de partidos governistas, o petebista colocou-se como um personagem que evita conflitos. "Para uma minoria, o vice-prefeito pode ser uma figura decorativa. Para outra minoria, um simples gaiteiro. Para os que me conhecem e depositaram o voto em mim durante 20 anos, sabem que meu papel sempre foi de agregador".

Já Paula abriu seu primeiro pronunciamento do novo governo afirmando não ter simpatia pela ideia de reeleição. No entanto, justificou a escolha de concorrer novamente diante do que considera a necessidade de dar continuidade a projetos realizados. "A população de Pelotas reconheceu nosso esforço e entregas com quase 70% de aprovação. Pode-se ler nesse percentual histórico um desejo de continuidade das políticas públicas que desenvolvemos", ponderou.

Desejo de mudança

Diante de uma hegemonia política do PSDB, que chega a seu terceiro governo consecutivo em Pelotas, a prefeita disse entender que, mesmo assim, percebeu durante a campanha de novembro cobranças por transformações. "Não nos enganemos. Há também, em toda eleição, o desejo de mudança", pontuou. Conforme Paula, a cobrança à equipe de governo será para que as demandas sejam observadas com olhar ainda mais atento diante das dificuldades impostas pela crise provocada pelo coronavírus, ampliando programas de impacto social e econômico.

"Temos o desafio incontornável de manter essas políticas públicas e de enfrentar as consequências da pandemia sobre a educação, a saúde, a economia, a vida das pessoas. Temos, também, o compromisso de alterarmos a metodologia de zeladoria e atendimento aos bairros, tema central de discussão no processo eleitoral. Para isso, vamos juntar toda a inteligência, a energia e o talento da nossa equipe de trabalho", prometeu.

 

Propriedade intelectual do Jornal Diário Popular

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados