Eleições 2020 - Lives DP

Paula Mascarenhas abre a série de sabatinas do DP

Temas como PPPs, medidas e efeitos da Covid-19 e suspeita de fraude nos exames de pré-câncer entraram em pauta; entrevistado desta terça é Marco Marchand

27 de Outubro de 2020 - 07h31 Corrigir A + A -

Por: Michele Ferreira
michele@diariopopular.com.br 

A prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) foi a primeira entrevistada da série de sabatinas do Diário Popular - conforme definido em sorteio - com os candidatos ao Executivo de Pelotas. Durante uma hora e 15 minutos, na noite desta segunda-feira (26), a tucana respondeu a questionamentos sobre temas como Parcerias Público-Privadas (PPPs), finanças públicas, medidas e efeitos da Covid-19, até a suspeita de fraude nos exames de Pré-câncer de colo de útero, concurso da Guarda Municipal (GM) e os preparativos para retomada das aulas na rede municipal de ensino, em fevereiro de 2021.

Na primeira meia hora da entrevista, as PPPs - que geram resistência e, não raro, são rejeitadas por vereadores inclusive da base do governo na Câmara - estiveram no centro da pauta. Ao se referir à área do saneamento, a prefeita sustentou que quer o Sanep público e forte e defendeu a ideia de os recursos privados serem injetados através da chamada locação de ativos, que permitiria que a gestão da autarquia permanecesse nas mãos da administração pública.

"Não dá para abandonar esta ideia", reiterou. Ao se referir à PPP da iluminação pública, Paula Mascarenhas reforçou a mesma posição, mas afirmou que o projeto de lei que criaria a nova contribuição não deve ser encaminhada ao Legislativo em 2021, em decorrência dos efeitos da crise provocada pela pandemia. "Precisamos esperar o tempo certo", argumentou, embora tenha admitido: "Não vou voltar atrás".

Em pergunta da comunidade

Ao responder questionamento do morador do bairro Fragata, Andrez Acosta, sobre as ações previstas na área da saúde, no período pós-pandêmico, a prefeita destacou o maior desafio: reduzir a fila de atendimentos eletivos, seja para cirurgias, consultas ou exames. "Teremos que retomar o Saúde Ativa, lançado em fevereiro deste ano para desafogar a fila". Uma demanda que só se acumulou na carona da Covid-19.
A construção de um novo Pronto-Socorro, em tratativas com o Governo do Estado, e a qualificação do acolhimento à comunidade nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) também serão prioridades - garante Paula.

Indagação disparada por candidato

Ao escolher o número 8 em sorteio e cair em pergunta do candidato do PT, Ivan Duarte, houve um bate e rebate de críticas. O petista falou em ciclo de abandono de bairros e vilas, "que já dura 16 anos", com os mesmos políticos, partidos e secretários, enumerou problemas como ruas esburacadas, falta de limpeza urbana, de médicos e de vagas para as crianças na Educação Infantil e indagou sobre as medidas que seriam tomadas para resolver a falta de estrutura.

A prefeita devolveu a pergunta sobre as ações desenvolvidas pelo PT e afirmou, em tom de ironia: "Na época em que o teu partido governou, o trabalho também se concentrava no Centro, pintando meios-fios, que eram os investimentos na prefeitura". Paula Mascarenhas listou obras realizadas ao longo da gestão e sustentou: "Eu tenho um orgulho enorme do que fizemos. Reconheço que falta muito. Tem muita coisa para ser feita, mas o nosso governo foi o que mais investiu nos bairros".

 

Propriedade intelectual do Jornal Diário Popular

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados