Editorial

Você e os influenciadores digitais

18 de Novembro de 2019 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Mais da metade dos internautas (52%) brasileiros segue influenciadores digitais. É o que revela uma pesquisa apresentada durante o Youpix Talks pelo diretor do Ibope Inteligência Julio Calil, que desmistifica algumas ideias a respeito do tema, como a de que apenas os jovens seguem esses personagens.

De acordo com o estudo, daquelas pessoas que seguem internautas brasileiros, as mulheres são maioria, 59%. A maior porção está concentrada nas regiões Norte (60%) e Nordeste (56%), seguida de Sudeste e Centro-Oeste (52%). O Sul é a região onde se tem menos acompanhamentos dos influenciadores (41%).

Do total de seguidores, 75% têm idades entre 16 e 24 anos e 56% são da classe A. Já sobre as razões para seguir, 76% dos internautas o fazem pelo conteúdo relevante e 53% pelas ideias ou pensamentos semelhantes. Ou seja, se identificam com o escolhido.

Para os entrevistados, é importante que o influenciador interaja com os usuários (29%), compartilhe suas ideias sem impor como verdade e seja engraçado (28%) e tenha variedade de assuntos (20%).

Dos temas preferidos pelos internautas, destacam-se os conteúdos populares. As pessoas buscam humor (41%), cultura e entretenimento (29%) e beleza (27%). Já aqueles com idades de 35 a 44 ou 55 ou mais se interessam por saúde (35%). Por sua vez, as mulheres (41%) são as que mais seguem por gastronomia e culinária (30%).

Outra característica descoberta pelo levantamento é o resultado da indicação dos produtos pelos influenciadores: 50% dos seguidores brasileiros compram produtos ou serviços sugeridos por digital influencers. E novamente as mulheres são maioria, 56%.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados