Editorial

Vacina ainda mais acessível

13 de Outubro de 2021 - 18h24 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Com o andamento do processo de vacinação da população contra a Covid-19 e, consequentemente, a redução no número de pessoas ainda aguardando ansiosamente pela sua vez, era esperado que em algum momento a oferta das doses se tornasse mais descomplicada e acessível. É justamente o que está sendo confirmado agora pela prefeitura de Pelotas. A partir da próxima segunda-feira, dia 18, quem ainda aguarda para receber a primeira ou a segunda aplicação poderá buscá-la em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) do município. Ou seja, deixa de depender de ações e datas específicas estabelecidas pela Secretaria Municipal de Saúde.

Embora a estrutura elaborada pela prefeitura de fixar alguns locais e dias de referência tenha se mostrado acertada a ponto de ser reconhecida como de maior sucesso entre as grandes cidades do Estado, fato é que ainda assim o modelo exigia de parcela da população deslocamentos para pontos relativamente distantes de suas casas. Ou seja, o novo planejamento feito pela gestão municipal representa um grande facilitador aos pelotenses de todas as regiões da cidade.

Com as vacinas à disposição em 46 postos de saúde para toda a população (inicialmente a partir dos 15 anos), não devem existir mais obstáculos logísticos para a prevenção e o combate individual e coletivo ao coronavírus. A vacina estará tão próxima dos cidadãos quanto inúmeras outras que são disponibilizadas na rede pública de saúde diariamente. Basta que cada um e cada uma esteja atento ao cronograma e fortaleça o esforço feito por gestores e centenas de profissionais e voluntários que estão há praticamente dez meses trabalhando ininterruptamente para conter a pandemia, associando-se a médicos e médicas, enfermeiros e enfermeiras.

Felizmente, após longo período de sérias dificuldades no controle da Covid-19, convivendo com hospitais lotados, alta taxa de contágio e mortes diárias, Pelotas está, a exemplo de muitos lugares do Brasil, finalmente tendo sinais positivos de que deve superar o vírus em breve. E há uma raiz para esse novo momento: a vacina. Seja ela de que marca for. E, agora, seja ela em que local for. A única coisa que não pode acontecer de forma alguma é deixar de receber a dose.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados