Editorial

Um apelo ao respeito e à responsabilidade

03 de Maio de 2021 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Como em todos os campos, respeito e responsabilidade deveriam nortear o dia a dia do ser humano. Como nem sempre é assim, surgem as campanhas para lembrar comunidades dessa necessidade para o bem coletivo. E esse é justamente o tema da ação Maio Amarelo, iniciada no último dia 1º, "Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito". O objetivo é promover a empatia e a humanização das estatísticas de acidentes de trânsito e chamar atenção sobre como a impaciência e a intolerância refletem nas atitudes das pessoas quando estão dirigindo.

Apesar da redução do número de mortes nos últimos anos, o trânsito brasileiro ainda mata milhares de pessoas todos os anos. Em 2019, quando foi divulgado o último levantamento pelo Ministério da Saúde, foram mais de 31.945 vidas perdidas. No Rio Grande do Sul, só nos três primeiros meses de 2021, houve registro de 328 mortes, sete delas em Pelotas. No ano passado o Estado perdeu 1.462 pessoas em acidentes.

O movimento Maio Amarelo nasceu há sete anos e fomenta uma ação coordenada entre o poder público, iniciativa privada e sociedade civil para discutir o tema segurança viária com o objetivo de reduzir os acidentes e mortes no trânsito.

"É assim, pensando no outro e fazendo por todos, que esperamos trazer mais consciência e harmonia para o transitar de todos os brasileiros, com respeito e responsabilidade, se colocando no lugar do outro, praticando os preceitos de uma sociedade educada e empática", explicou o Observatório Nacional de Segurança Viária, um dos agentes da campanha, em comunicado.

A matéria de capa da edição de hoje dá destaque a um segmento que vem crescendo e no último ano dobrou no país, o ciclismo. Mais vulnerável que o motorista de um carro ou de uma moto, o ciclista também é alvo dessa campanha, assim como o pedestre e cada um de nós. Aproveite esse mês e reflita sobre suas atitudes, seja de dentro ou fora de um veículo. Desenvolva diariamente o respeito e a responsabilidade ao interagir no trânsito (nas demais áreas também!).


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados