Editorial

Pelotas e suas conquistas

24 de Outubro de 2020 - 15h01 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Notícias publicadas nos últimos dias pelo Diário Popular deveriam encher de orgulho os pelotenses. Porque precisamos exercitar mais esse sentimento quando mostramos a todos que por aqui somos responsáveis por grandes conquistas. Mais ainda quando esses destaques vêm de uma área estratégica para toda a sociedade: a educação.

Vamos começar por um feito. É bem provável que Pelotas seja uma das raras cidades do Brasil que irá ocupar três cadeiras na Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil/Academia Nacional de Farmácia. Isso irá acontecer a partir das eleições da coordenadora adjunta do Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Bioprospecção da Universidade Federal de Pelotas (PPGBBio/UFPel), professora Márcia Foster Mesko, e do professor William Peres, do Centro de Ciências Químicas, Farmacêuticas e de Alimentos da UFPel (CCQFA), para ocuparem vagas na entidade, onde já está o professor e empresário José Gilberto de Moura.

Por sua vez, a informação dada com exclusividade pelo Diário Popular - e depois repercutida nacionalmente -, do estudo desenvolvido pelo Programa de Pós-graduação em Veterinária da UFPel, que neutralizou o vírus causador da Covid-19 por meio do soro hiperimune a partir de testes em cavalos, mostrou o quanto temos capacidade de obter conquistas importantes para a ciência, com profissionais de ponta.

E é muito provável que essa qualidade resulte do trabalho feito ainda na graduação, como se destacou a Universidade Católica de Pelotas (UCPel), na lista das 18 instituições de ensino superior do país que mais agregaram na formação de seus alunos de Medicina. Os estudantes figuraram no grupo com as maiores notas do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) em 2019. Vitória importante, também obtida pelo IFSul e a UFPel no Enade.

Enfim, o pelotense precisa valorizar esses feitos, porque eles são fruto de um grande esforço, pessoal, profissional e das instituições, e também servem para notabilizar o município na área que costuma ser um de nossos cartões de visita, a produção do conhecimento.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados