Ponto de Vista

Obstinada, mas não realizada

25 de Março de 2015 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Alice Schuch, palestrante e escritora

A mulher tem dificuldades para decolar. Nós somos frequentemente do tipo obstinada, mas não decolamos. As ideias são ótimas, mas quem realiza, formaliza e vence são comumente os homens.

Estudo o gênero feminino em teoria e em grupos práticos há mais de 12 anos. Nas palestras que realizo costumo ilustrar com um evento da infância a respeito do poder de criação que a mulher tem e que normalmente subjuga.

Quando eu era bem pequena fui com meu pai assistir a uma corrida de cavalos. Eu os admirava um a um encantada. Nesse momento, um senhor que eu não conhecia aproximou-se para fazer uma aposta comigo. Recuei um pouco amedrontada, enquanto o meu pai imediatamente me deu o dinheiro. Meu medo não se dissipou, ao invés, aproximei-me do meu pai e não conseguia tomar uma atitude, apostar com o desconhecido. Meu pai então disse que na falta da minha coragem, apostaria ele por mim, porém, o lucro seria dele caso o meu cavalo vencesse. Nada tens a perder, alertou meu pai. Sentia um medo infundado. Ele apostou, meu cavalo venceu e o ganho foi de cinco vezes o valor da aposta. Lembro até hoje daquele momento.

Explico que a mulher tem intuição, é criativa e tende a se frustrar porque vê o projeto que é dela vencer com o outro. Queremos ajudar, mas certamente não queremos assumir. Dentro da família constantemente entramos com o nosso poder de criação e então observamos. Logo, questiono: por que não fazemos o nosso próprio projeto decolar?

No decorrer da vida, a mulher pensa: "meu chefe e o meu marido subiram, são famosos e ricos agora, sendo que tantas ideias foram minhas". Apostar na própria intuição, unindo inteligência e vontade de vencer, é o que nos convém.

Retorno então para a minha infância e lembro-me da lição que o meu pai me ensinou muito cedo: não basta ser intuitiva, é necessário vencer os medos. Ganha quem tem a ideia e nela aposta! Não tema andar devagar, mas evite permanecer parado.

No caso de um projeto com resultados espetaculares, os méritos e a vitória são de quem teve a ideia e a colocou em ação histórica de sucesso.

 


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados