Editorial

Nossos motivos de orgulho

06 de Abril de 2017 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Pelotas deve se orgulhar. No momento em que o Brasil vive crise política e de valores, as figuras do epidemiologista Cesar Victora e da pesquisadora Mara Helena Saalfeld nos fazem acreditar que o trabalho sério e ético ainda é ferramenta que pode causar revoluções. No caso dos dois, através da ciência.

Foi de Pelotas que partiram os trabalhos que promoveram mudanças de comportamento mundial e alteração em uma lei brasileira. Fruto do trabalho de décadas, os dois investiram no bem comum da saúde coletiva.

No caso de Cesar Victora, o professor emérito da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) tornou-se o primeiro pesquisador brasileiro entre os vencedores do prêmio Gairdner, considerada a mais importante premiação científica do Canadá e uma das mais reconhecidas na área de ciências da saúde.

Das mãos de Victora e de sua equipe saíram resultados que mudaram o olhar mundial à saúde de bebês e crianças. Seus estudos sobre amamentação e nutrição materno-infantil demonstraram o impacto do aleitamento materno exclusivo sobre a mortalidade infantil; os efeitos da nutrição nos primeiros anos de vida sobre a saúde da infância à idade adulta; a relação direta entre amamentação exclusiva e prevenção da mortalidade infantil, entre outras condicionantes. Ele também participou da coordenação do estudo responsável por estabelecer as novas curvas de crescimento infantil da Organização Mundial da Saúde (OMS) para crianças de zero a cinco anos.

Por sua vez, o trabalho de mais de 20 anos da veterinária e extensionista da Emater-Ascar RS em Pelotas, Mara Helena Saalfeld, levou o Brasil a, finalmente, liberar o colostro bovino ao consumo humano. Suas ações resultaram na mudança de uma norma - o Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (Riispoa) - que já durava 65 anos. E o que isso representa? Bom, apenas no Rio Grande do Sul devem ser beneficiados cerca de 200 mil produtores de leite - 14.319 somente na Zona Sul.

Pelotas, que tantos nomes importantes já teve ao longo de sua história, volta a se destacar por sua produção científica e a colaborar para a construção de uma sociedade melhor. Cabe a nós, população e autoridades, reconhecermos e nos orgulharmos de Cesar Victora e Mara Helena. A começar por um muito obrigado.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados