Artigo

Nicotina - histórias breves

15 de Julho de 2020 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Roni Quevedo, médico

1) Educação convencional, nenhuma. Verdadeiramente um analfabeto.

Ele conta que por não ter estudado não consegue emprego. Nunca conseguiu.

Cuidando carros, por vezes recebe algum dinheiro. Quem o conhece das redondezas sabe que jamais nega um favor. Sempre disposto em ajudar.

Esmolando daqui e dali vai vivendo. Biscateiro é sua identificação.

Disse:

- Dá uma moedinha aí tio. Pra mim qualquer trocado serve...

Alguns quarteirões adiante nos encontramos no balcão de um mercadinho.

Ele trocava um punhado de moedas por alguns cigarros "a granel".

Ali mesmo acendeu o cigarro e, após uma longa tragada, saiu pra vida…

2) Formado com certa dificuldade em Curso Técnico Profissionalizante. É casado e tem dois filhos. Vivem do seu trabalho em consertos de eletrodomésticos, qualquer um. Já possui experiência, o que vier, vem bem.

Sempre tem, segundo ele, bastante serviço "graças a Deus".

Foi na minha casa para a revisão anual do secador de roupas. É coisa rápida, disse. E realmente foi. Quanto é o serviço perguntei. Respondeu:

- Me dá uns dez reais pra comprar uma carteira de cigarros.

3) O tema "Direitos Humanos na atualidade" era assunto por demais atrativo. O palestrante bem graduado, muito bem por sinal. Doutor em Ciências Humanas.

Plateia superlotada. Motivos não faltavam. Embora o assunto extenso e complexo, era interessante e delicado.

Foi mais uma conversa com o público do que um palestrante qualificado falando sozinho.

Conversa vai conversa vem, o papo estendeu-se por mais tempo do que o previsto.

Combinou-se um rápido intervalo para dar um esticada lá fora e voltar ao papo bem argumentado pelo qualificado palestrante.

Todos lá fora, inclusive o doutor que misturou-se aos demais.

No que surgiram as inevitáveis perguntas, o palestrante solicitou ao grupo que os questionamentos fossem feitos após o intervalo, no auditório com presença do público, assim dando oportunidade para todos participarem.

Solicitou licença, afastou-se e acendeu seu cigarro!


Comentários