Editorial

Faça a sua parte

22 de Fevereiro de 2020 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

É hora de todos colaborarem. A queda significativa do nível da barragem Santa Bárbara, principal reservatório de água de Pelotas, disparou o sinal de alerta. Não há mais como adiar uma medida que não é novidade em longos períodos de estiagem e já foi tomada em outros anos. O momento é de racionamento e controle do uso das torneiras.

Nas últimas duas semanas o Diário Popular vem chamando a atenção para o cenário que se formou no entorno da Santa Bárbara devido à significativa falta de chuva desde o final do ano passado, responsável por não colaborar na reposição do volume que sai, diariamente, da unidade de tratamento. Assim, a cada 24 horas o quadro se agrava.

Em entrevista coletiva na sexta-feira, ao final da manhã, o diretor-presidente da autarquia, Alexandre Garcia, ao lado do prefeito em exercício, Idemar Barz, da equipe técnica e da assessoria do Sanep, anunciou a necessidade de ações de controle do consumo. E pediu aos moradores que colaborem e evitem gastos que podem ser considerados desnecessários no momento atual, como regar os jardins, lavar os carros e limpar as calçadas. Até que aconteça a recuperação de água bruta no principal manancial da cidade, atualmente 1,94 metro abaixo do nível considerado normal.

Por enquanto, o município não trabalha com a ideia de racionamento, e as medidas, se assimiladas e bem executadas, tendem a estabilizar o quadro. Porém, vale destacar: a participação precisa ser de toda a cidade. Se cada um fizer a sua parte, em casa e no trabalho, será possível evitar a adoção de medidas mais drásticas até que aconteça o retorno da chuva em quantidade suficiente.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados