Análise

Entrelinhas

26 de Junho de 2014 - 07h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por Luiz Carlos Freitas - Jornalista (lcfreitas55@gmail.com)

Decálogo de Lênin
Atribui-se ao comunista russo Vladimir Lênin o malfadado Decálogo, publicado em 1913. O documento estabelece dez passos para viabilizar uma revolução e assumir o poder, tornada realidade no leste europeu em 1917, com a criação da União Soviética, extinta em 1990-1991. O comunismo de Lênin, Trotsky, Stalin e Cia não passou de uma utopia transformada em pesadelo pelos desatinos das pseudolideranças socialistas. Enquanto a elite comunista comia caviar e bebia champanhe francês, o povo passava fome, frio e era escravo de um regime político que, na prática, revelou-se despótico, desagregador e sanguinário. A revolução liderada pela Rússia não criou uma sociedade igualitária, democrática, livre e fraterna: gerou um monstro que corroeu as entranhas dos povos eslavos e levou os países cooptados ao atraso, à pobreza e à desesperança. Nos tempos bicudos em que vivemos, cabe lembrar o Decálogo de Lênin: 1 - Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual; 2 - Infiltre e depois controle todos os veículos de comunicação de massa; 3 - Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais; 4 - Destrua a confiança do povo em seus líderes; 5 - Fale sempre sobre democracia e em estado de direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o poder sem nenhum escrúpulo; 6 - Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do país, especialmente no exterior e provoque o pânico e o desassossego na população por meio da inflação; 7 - Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do país; 8 - Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não as coíbam; 9 - Contribua para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista; 10 - Procure catalogar todos aqueles que possuam armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência à causa. Como se pode constatar, guardadas algumas diferenças, qualquer semelhança com o contexto sociopolítico brasileiro contemporâneo não é mera coincidência.

Dissidência
As bases do PP não se renderam ao “despotismo” do presidente da sigla, Ciro Nogueira (PI), e não concordam em apoiar a presidente Dilma Rousseff (PT) à reeleição. Durante convenção nacional ontem em Brasília houve confusão e vaias. A senadora Ana Amélia Lemos, o ex-prefeito Fetter Júnior e boa parte do partido defendem a candidatura de Aécio Neves (PSDB). A convenção foi interrompida e a decisão de apoiar a petista foi tomada pela Executiva Nacional, em reunião fechada. No RS e em outros estados o PP estará com o candidato tucano. O PSD também confirmou apoio à reeleição de Dilma.

Vergonha
A eleição de outubro transformou-se em balcão de negócios - repugnante. A cooptação de apoios de partidos de um lado e de outro - na busca insana por alguns minutos a mais de propaganda nas rádios e TVs - envergonha o povo brasileiro. Onde está a ideologia dos partidos, a ética e o respeito à inteligência do eleitor? É o início do fim!

Candidatos
Amanhã, o PP gaúcho realiza convenção extraordinária no auditório Dante Barone, da Assembleia Legislativa. Pauta: definição da chapa majoritária do partido para disputar a eleição ao governo estadual e da nominata de candidatos da chapa proporcional. Deve ser confirmado o nome de Fetter Júnior e do vereador Rafael Amaral como candidatos a deputado estadual e do vereador Roger Ney para federal. Na chapa majoritária, o único nome confirmado é o da senadora Ana Amélia como candidata ao Piratini.

Blefe
Em 2013, com pompa, circunstância e demagogia, a presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou a redução da tarifa de energia elétrica. Hurras! Vivas! Um ano depois, constata-se que tudo não passou de um blefe. Os usuários do sistema em todo o Brasil estão boquiabertos - e indignados - com o aumento na conta da luz. No RS, a tarifa terá aumento de 26,41% em outubro. E outros “tarifaços” virão, passada a eleição!

Impostômetro
Faltando quatro dias para fechar o semestre, o povo brasileiro já pagou R$ 781 bilhões de impostos ao governo. Se essa grana toda retornasse em forma de bons serviços públicos, vá lá! Mas é desviada para cobrir custos da Copa, conchavos políticos, ilicitudes...

Pecado
Neymar é um gênio do futebol - ninguém duvida. Mas, alguém - o pai, a mãe ou o Felipão - deveria aconselhá-lo a calçar as sandálias da humildade. Usar chuteiras douradas é pura vaidade. E a vaidade - como se sabe - é um dos sete pecados capitais...


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados