Artigo

Educação política, pra ontem!

24 de Junho de 2021 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Jonathan Feijó, membro Politize Pelotas

É de comum acordo que nos encontramos em um momento em que pode ser extremamente difícil estabelecer um diálogo que envolva política. Isso ocorre devido à tendência ao diálogo polarizado, mas também pela ausência da educação política como uma disciplina escolar básica no nosso país.

Ainda que nos últimos anos a insurgência de manifestações populares de rua, tanto da esquerda quanto da direita, aponte que o brasileiro tem demonstrado interesse pela política e, de certo modo, enxergado seu papel ativo na democracia, também revela uma falta de conhecimento sobre a política. O Politize! avalia que a carência na educação política não é surpresa, visto os graves problemas da educação básica no Brasil, a ausência de disciplinas escolares que abordem o sistema político brasileiro e a Constituição Federal agravam ainda mais a falta de contato da população com a política e, consequentemente, o sentimento de não pertencimento.

O reflexo disso é uma cultura política pouco democrática. Segundo o Latinobarômetro, apenas 32% da população prefere a democracia a qualquer outra forma de governo e 55% não se importaria de viver em um governo não democrático, desde que a administração federal fosse capaz de resolver os problemas econômicos do país. Outra característica da cultura política brasileira que mostra um panorama da falta de compromisso com a democracia é, segundo dados do Pew Research Center, a baixa participação política: menos da metade dos brasileiros (42%) acompanha com alguma regularidade os acontecimentos relacionados ao governo ou à política nacional. Também podemos destacar o conflito entre a laicidade e a liberdade, já que 55% dos brasileiros concordam que líderes religiosos devem ter alguma ou grande influência na política do país, e a descrença nos partidos e na política, pois somente 13% da população se sente representada pelo congresso nacional e apenas 9% acreditam que os governantes atuam em benefício de todo povo. Esses dados nos mostram a necessidade urgente de educação política, cujo conceito é baseado no processo de propagação de informações e conhecimentos para disponibilizar um repertório capaz de formar um cidadão que possa participar ativamente da política e valorizar a democracia.

Enquanto o ensino da educação política não é uma realidade institucional no país, algumas organizações oferecem cursos de formação política para a população. O Politize! orgulhosamente se junta a esse grupo de instituições ao oferecer conteúdos educativos sobre política pela internet e, por conseguinte, disseminar a educação política no país. Acreditamos que compartilhar conhecimentos básicos sobre política e cidadania seja o primeiro e mais importante passo para o empoderamento de pessoas, grupos e comunidades _ resultando portanto no fortalecimento da democracia e na mudança da cultura política no Brasil.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados