Artigo

E-mails marketing: você está fazendo isso errado

21 de Agosto de 2019 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Earle Martins, publicitário e relações públicas
martins@k2ponto.com.br

Saber como fazer e-mail marketing representa um papel fundamental na conversão de leads em clientes e na construção do relacionamento com eles. Mas para ter uma estratégia de e-mail marketing efetiva é preciso estar atento a diversos detalhes.

Não compre listas de e-mails. Por mais que pareça tentador adquirir uma base com milhares de contatos e sair distribuindo e-mails para toda essa lista, não se deve fazer isso. Essa ação é considerada spam, além de antiética e inconveniente. A empresa spammer (disseminadora de spam) tem sua ação fadada ao fracasso.

Uma vez que os usuários recebam esses e-mails, os sinalizarão como spam e as próprias plataformas de envio punirão a empresa, reduzindo a quantidade de e-mails entregues e, até mesmo, bloqueando sua conta, impedindo-a de fazer novos disparos. Outro ponto importante de frisar é o buzz negativo gerado pelos usuários que se sentirem incomodados com o recebimento desses e-mails invasivos, causando prejuízos à marca.

Segmente seus envios. Se você tem públicos diferentes em sua base de e-mails, segmente seus envios, cada um de acordo a persona correspondente, de forma a garantir que as mensagens a serem entregues sejam as mais relevantes e assertivas possíveis para cada público. Sem segmentação não tem como fazer e-mail marketing de qualidade. Para facilitar esse processo, existem plataformas de automação de marketing que são capazes de segmentar seus envios de forma automatizada, com base nos interesses e comportamentos dos leads (aberturas de e-mails, cliques e conversões).

Seja pessoal. Ao enviar e-mails você está se comunicando com pessoas e nada melhor que fazer essa comunicação da forma mais pessoal e humanizada possível. A personalização de e-mails é uma tarefa muito importante e uma das principais responsáveis pelo sucesso do envio.

Comece a personalizar seus e-mails com o nome do destinatário e o de algum funcionário da empresa remetente, em vez de usar apenas seu logotipo. Além disso, é muito importante pensar nos assuntos dos e-mails, para que chamem a atenção do público.

Faça o Teste A/B. O Teste A/B consiste na possibilidade de realizar testes de diferentes versões do seu e-mail marketing, em diferentes envios, para uma pequena parcela da sua lista, com o objetivo de identificar quais partes de cada e-mail apresentam melhor desempenho. Depois desse processo, é importante reunir o que cada uma tem de melhor e fazer o envio final para o restante da base de contatos.

Invista em uma plataforma profissional e confiável. Outro ponto que tem um papel importante na entregabilidade do e-mail marketing é a ferramenta de envio a ser utilizada para fazer os disparos dos e-mails. Investir em uma plataforma conhecida, confiável e de qualidade de envio de e-mail marketing, além de garantir uma melhor taxa de entrega dos e-mails, também reduz a possibilidade de problemas com a plataforma.

Analise o desempenho dos envios anteriores. Acompanhe de perto os resultados das suas ações de e-mail marketing. É preciso analisar cada envio individualmente, para compreender o que está ou não dando certo. Detalhes como a quantidade de e-mails entregues, abertura, cliques, bounce rate, descadastros, horários das interações e links clicados, são muito importantes na hora de compreender seus resultados e planejar os próximos envios.

Por fim, não tem como fazer e-mail marketing sem um e-mail corporativo, e-mails genéricos, sem o domínio de sua empresa incluso, fazem cair muito à taxa de abertura.

Até a próxima!


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados