Artigo

DP no LinkedIn: aumento de seguidores em um ambiente profissional

24 de Outubro de 2020 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Fábio Ricotta, CEO da Agência Mestre e uma das figuras mais conhecidas do marketing digital brasileiro, apontou de forma sucinta qual é o objetivo principal de um usuário ao acessar diferentes canais:

- no Google, a pessoa está pesquisando;
- no Facebook, ela está socializando;
- no YouTube, está buscando entretenimento;
- na Amazon ou Buscapé, seu objetivo são compras;
- e no LinkedIn, está interessada em NEGÓCIOS.

Vamos conversar sobre a presença do Diário Popular no LinkedIn, que é considerado como a rede social para profissionais, e entender melhor como ela funciona.

A maior rede social- profissional do mundo

Os 675 milhões de usuários ao redor do globo atestam a afirmação do subtítulo. Segundo o portal TechTudo, 41 milhões destes são brasileiros.

De acordo com o site NAPRATICA.ORG, atualmente o LinkedIn exerce um papel considerável nas interações profissionais e, consequentemente, na contratação de pessoas. Ainda de acordo com o site, a rede profissional apresenta como principais funções o networking e o fortalecimento da credibilidade profissional.

A Techtudo explica que, assim como as demais redes sociais, o LinkedIn habilita os usuários a publicarem textos, fotos e vídeos, além de promover a interatividade via curtidas e comentários em posts ou conversas em chat privado.

Como o LinkedIn permite visualizar e publicar currículos, ele funciona como uma gigantesca vitrine online, onde vagas de trabalho são procuradas e oferecidas diariamente.

Quem disse que não podemos estar lá?

Informação (que é o nosso metiê) e negócios frequentemente andam juntos, mas, quando se trata da rede social de preferência, os meios de comunicação tradicionais costumam ter presença digital mais forte em plataformas como Facebook, Twitter e Instagram, entre outras, por um motivo simples: a maior afinidade das intenções dos usuários com cada uma destas redes.

Isso se confirma com o DP:

- Facebook: 222 mil seguidores
- Twitter: 70 mil seguidores
- Instagram: 77,8 mil seguidores
- LinkedIn: 1,96 mil seguidores

O contingente de seguidores do DP no LinkedIn, apesar de muito menor que o das demais plataformas, nos apresenta sinais bastante positivos, e por dois motivos:

- Temos a atenção de quase duas mil pessoas em uma rede totalmente focada em negócios, e não em notícias jornalísticas.

- Nosso número de seguidores no LinkedIn não para de crescer.

O perfil do DP no LinkedIn

Mesmo em uma rede voltada para as relações profissionais, a presença do DP no LinkedIn vem crescendo de forma contínua.

De janeiro de 2020 até agora, conquistamos mais de 500 novos seguidores. Isso significa que cerca de 25% do número total de seguidores foi adquirido somente neste ano.

Como no ambiente virtual não existem fronteiras, o perfil do DP no LinkedIn apresenta um dado demográfico que não é repetido em nenhuma outra rede social: esta é única plataforma onde temos mais seguidores em uma área que não é a de Pelotas e Região Sul do Estado. São Paulo e região representam quase 30% do número de seguidores do DP no LinkedIn, sendo que Pelotas e região contabilizam 8,17% do número total.

Esta particularidade é explicada pelo fato de São Paulo e região representarem o maior centro empresarial do Brasil. Como o LinkedIn opera com foco no ambiente dos negócios, é natural que também venha de lá o maior número de seguidores.

Além de São Paulo-SP, das 18 cidades (e suas regiões) que apresentam seguidores do DP no LinkedIn, as cinco primeiras em termos de número de usuários são Pelotas, Belo Horizonte-MG, Araruama-RJ, Porto Alegre-RS e Rio de Janeiro-RJ.

Analisando nossos seguidores por segmento de atuação, temos a seguinte lista dos cinco maiores em termos de número de usuários: administração de serviços, atendimento ao consumidor, logística e cadeia de suprimentos, tecnologia da informação e serviços e varejo.

Quanto à senioridade (período de tempo em que alguém trabalha ou ocupa determinado cargo em uma empresa, de acordo com o dicio.com.br), nossos seguidores se dividem da seguinte forma: iniciante (50,67%), sênior (28,58%), gerente (8,5%), diretor (3,75%) e proprietário (3,15%), citando os cinco primeiros de 10 níveis analisados.

A heterogeneidade dos nossos seguidores do LinkedIn é expressa quando analisamos suas funções profissionais. Dentre um universo de 20, estas são as 10 funções que apresentam maior número de usuários: operações, vendas, administração, desenvolvimento de negócios, educação, mídia e comunicação, tecnologia da informação, financeiro, engenharia e contabilidade - todas apresentando percentuais de participação bastante próximos umas das outras.

Como temos seguidores espalhados por todas as regiões do País, adotamos uma linha editorial que equilibra pautas nacionais e estaduais com os assuntos de interesse de Pelotas e da Região Sul. A cada hora cheia, um novo post é publicado, fechando 24 horas de novos conteúdos.

Curiosidade: além do Brasil, nosso perfil é seguido em mais 18 países, dentre os quais se destacam Portugal, Índia, Angola e Estados Unidos.

O que queremos com o LinkedIn?

É pouco provável que o LinkedIn venha a ser a rede social mais importante para a comunicação digital do Diário Popular. Afinal, como vimos no início do texto, não estamos falando de uma plataforma com foco em notícias ou entretenimento, mas sim em negócios.

De qualquer forma, o DP vem construindo uma audiência que complementa o consumo de conteúdo no LinkedIn com notícias atuais e relevantes, oriundas de uma fonte séria e confiável. Não à toa, os números mostram a tração das nossas postagens com tomadores de decisões, gestores e líderes de equipes.

Por isso, nos preocupamos em não interromper a experiência do usuário enquanto rola o feed no LinkedIn. Ao contrário: queremos complementar essa experiência, agregando valor, sem interromper o fluxo natural. A julgar pelos 500 novos seguidores de janeiro para cá, podemos dizer que a nossa postura está correta.

E você? Já nos segue no LinkedIn? Manter-se bem informado em um ambiente de negócios é sempre uma ideia interessante. Basta acessar o link e clicar em + Seguir: https://www.linkedin.com/company/jornal-di%C3%A1rio-popular/


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados