Editorial

Dois anos e os primeiros resultados

12 de Agosto de 2019 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Lançado há dois anos, o programa Pacto Pelotas pela Paz começa a dar os primeiros resultados. Instituído pela prefeitura, em parceria com órgãos de segurança das diferentes esferas e sociedade civil, o foco é a prevenção. Conforme balanço divulgado pelo Poder Público, as mais de 30 ações que compõem o Pacto já refletem, em especial, na redução de 35% dos crimes letais.

O objetivo da iniciativa, que deve virar modelo para o Estado, além de reduzir os índices de criminalidade, é promover a cultura da paz. Na edição de hoje, o Diário Popular apresenta os principais eixos e as conquistas do projeto nesse período.

Além da qualificação e da geração de emprego para jovens e apenados, o Pacto Pelotas pela Paz faz presença na educação e até mesmo na formação de vínculos familiares. As ações não são apenas instantâneas, mas principalmente de longo prazo.

As intervenções do Poder Público incluem desde a aplicação de metodologias para possibilitar que as famílias eduquem seus filhos a partir do exemplo, sem o uso de violência, até as operações diárias para coibir o roubo, o latrocínio ou o tráfico de drogas, por exemplo.

A ação ocorre a partir da integração entre Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Susepe, Instituto Geral de Perícias (IGP), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério Público (MP), Poder Judiciário, Defensoria Pública, OAB Pelotas, Exército, Conselho Tutelar, Patram, Consepro, Sistema S e prefeitura.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados