Artigo

Consumidor cada vez mais consciente

22 de Janeiro de 2020 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

De cada três brasileiros, um está disposto a pagar mais por produtos fabricados de maneira ambientalmente correta, com baixa emissão de poluentes e resíduos. Além disso, 36% pagariam mais caro por alimentos orgânicos e 37% por produtos de origem animal que minimizem o sofrimento animal e permitam que eles vivam de maneira mais próxima do natural.
Os dados da pesquisa Perfil do consumidor - Consumo consciente, realizada pelo Ibope Inteligência a pedido da Confederação Nacional da Indústria, em 126 municípios do país, revelaram ainda um aumento da consciência ecológica entre 2013 e 2019, período em que percentual de brasileiros que separa o lixo para reciclagem em suas casas - e que descarta os aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos velhos de forma correta - cresceu.
As empresas também precisam ficar atentas. Segundo o levantamento, os consumidores têm o hábito de punir com boicotes aquelas que apresentam comportamentos dos quais discordam. Violações a direitos trabalhistas; testes ou maltrato a animais; crimes ambientais; discriminação de qualquer tipo ou posicionamento político já levaram 62% da população a boicotar marcas ou grupos.
Trata-se de uma nova forma de se relacionar com a indústria, que passa assim a ser pressionada a corresponder ao que pedem os consumidores: compromisso além da produção e do lucro. Quem não pensar e agir assim, tende a pagar um preço alto.
A pesquisa identificou ainda outro dado. Quanto maior o grau de instrução do brasileiro, maior sua disposição em verificar se a produção dos bens que adquire é ambientalmente correta.

 


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados