Comentário

CEBehrensdorf de Brasília

Na coluna do CEBehrensdorf desta quinta-feira (27), confira as crônicas enviadas diretamente da capital federal. E-mail: cebehrensdorf@uol.com.br

27 de Junho de 2013 - 08h56 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Relaxando
A revista Seleções do Reader’s Digest tinha (tem?) uma página com o título Rir é o Melhor Remédio. A barra anda pesada, na base da chatice, com governantes insossos, políticos desafinados e juristas cantando regras. Recorro para os gaiatos de passeatas. Luis Fernando Veríssimo viu o seguinte cartaz: “Quero a volta da tomada de dois pinos”.

Seletivo
José Simão, na BandNews, recebeu o seguinte e-mail de um ouvinte, preocupado com a invasão de médicos estrangeiros: “Não quero médicos de Havana! Quero enfermeiras suecas”.

Sugestão
As Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) demoram tanto e não resolvem nada, que deveriam trocar a denominação para Comissões Parlamentares para Alimentar Inquéritos. É minha!

Reservados
“Gastos de Rose são classificados como reservados. Para a Presidência, divulgação de despesas com cartão corporativo põe em risco a segurança.” Ai ai ai... Será o Benedito?

Classificação
Feita sob a justificativa de que as informações “colocariam em risco a segurança da presidente e do vice-presidente da República e respectivos cônjuges e filhos”. Nossa Senhora!

Mistério
As duas notas anteriores foram publicadas no jornal O Globo (quarta-feira, página 16, 26/6/2013). Será Rose a nossa (deles) Mata Hari? Uma Rosa de Luxemburgo? Hein?...

Legislação
Traduzindo graúdos em miúdos, os gastos da misteriosa servidora “virão à tona” - que expressão antipática - daqui a cinco anos, conforme prevê a legislação. Bem feito.

2 x 1
“Y tu que te creias, el rey de todo el mundo, me alegra que ahora sufras. Fallaste corazón!” Asi cantava Miguel Aceves Mejias y canto yo: ”Cu cu ru cu cu... palomitas azules”.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados