Comentário

Carlos Eduardo Behrensdorf

25 de Junho de 2014 - 22h27 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Delegado divino
Na Raça ou na Graça - Chile 62. “Se há um deus que regula o futebol, esse deus é, sobretudo, irônico e farsante e Garrincha foi um de seus delegados incumbidos de zombar de tudo e de todos nos estádios.” Do livro Quando é dia de futebol, de Carlos Drummond de Andrade, Companhia das Letras. Poetas enxergam coisas muito além da razão.

Em casa
Jogos com placar apertado na primeira fase diminuíram o oba-oba e o clima de “já ganhou”, algumas vezes incentivado por uns e outros da própria comissão técnica.

Xarope
Será que num país tão musical como o nosso, ninguém consegue cantar outra coisa que não seja o insosso: “Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amoooor”?...

Apelando
Se nada mudar, gritem Brasil até cansar, usem o xingamento aos adversários quando eles exagerarem na pancada, nos puxões e outras maldades contra nossos meninos filipínicos.

Sem fofoca
É improcedente o cochicho segundo o qual Luis Suárez mordeu o zagueiro, porque errou a dose da canabis bolivariana do companheiro Mujica. Todos sabem que não divulgo fofoca.

Sem maldade
Desminto que a Fifa exigiu vacina antirrábica para alguns atletas uruguaios, mais excitados do que o normal. Eu sou justo e respeitoso. Não dou guarida a este tipo de maldade.

Atualidade
Ranking de seleções da Fifa: México, 20º colocado, e Costa Rica, 29º, classificados para as oitavas de final. A Espanha continua em primeiro e já retornou pra casa.

Alô fofas!
Para fugir da mesmice dos noticiosos da Copa, a senhora, fofíssima leitora, leu a crônica de ontem do Jarbas Tomaschweski aqui no Diário Popular? Não? Nem na internet?

O quê?
Passou batida? Mas que barbaridade! Olha que o castigo pega. O Jarbas brinca com diálogos em Fugindo da Copa. Seus personagens ganham vida. Leia. Eu li. Depois me conta.

E-mail: cebehrensdorf@uol.com.br

 


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados