Comentário

Carlos Eduardo Behrensdorf

05 de Maio de 2014 - 07h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Capítulo um
Começando a semana, divulgarei os nomes dos mais empedernidos fiscalizadores e apoiadores desta insólita manifestação gráfica. Em comum, todos são conterrâneos e já passaram dos 30. O espaço tem como modelo o bolso de pobre, é pequeno. Por isso, a divulgação será feita em vários capítulos, como uma novela da Globo. Escolha sua poltrona e prepare-se.

Beto Curi
É o mais itinerante dos fiéis leitores. De sua base no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, onde está sua central de computadores, lê diariamente esta sinuosa colunata.

Bem-sucedido
Mesmo turbinado não perde o contato, nem quando gerencia seu projeto para socializar grupos humanos, transformando-os em comunidades. O alicerce é a educação e a automotivação.

Projeto-piloto
O resultado positivo do projeto-piloto no interior do Ceará leva Beto Curi a fazer palestras em três continentes e Caribe, além de receber europeus e africanos no Brasil.

Corujice
Agora vai à Inglaterra ver Alice, a primeira neta. Depois, mais uma vez Paris (ninguém é de ferro). Para completar, um mês em Barcelona cuidando da expansão do seu projeto.

Nei Machado
É o primus inter pares na fiscalização e na assistência a esta desengonçada minilinguiça, seja no Rio de Janeiro, em Punta del Este ou até sobrevoando em balão a África do Sul.

Paulo Castro
Correndo muito com largada em São Paulo, Paulinho Castro também marca em cima. Terei um pouco de folga pois ele passará um mês na China e nos Emirados Árabes.

Azougues
Pulu: encontrei uma foto onde aparecemos no gramado do Bento Freitas. Torneio interserires do Pelotense. Data: 28/10/55. As semelhanças com Di Maria e Diego Costa são assombrosas!
E-mail: cebehrensdorf@uol.com.br

 

 


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados