Editorial

As perguntas do Censo 2020

03 de Julho de 2019 - 07h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Setenta e um milhões de domicílios deverão ser visitados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) durante a aplicação do Censo Demográfico 2020. Os detalhes da entrevista que pretende mapear a população foram divulgados pelo órgão. Serão nove blocos, subdivididos em 26 questões. Por sua vez, o questionário da amostra, com mais detalhes e aplicado em cerca de 7,1 milhões domicílios particulares, terá 17 blocos, com 76 questões.

O Censo do ano que vem irá pesquisar, entre outros temas, características dos domicílios, identificação étnico-racial, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento.

A primeira experimentação será realizada ainda este ano, em outubro, quando o IBGE irá aplicar os questionários básicos e da amostra. Será um teste, no município mineiro de Poços de Caldas (MG).
A ideia do governo é coletar informações em todos os 5.570 municípios. Para tanto, serão contratados cerca de 180 mil recenseadores, de forma temporária. De agosto a outubro do ano que vem eles irão visitar as residências para levantar os dados. Atualmente, estima-se que o Brasil tenha 213 milhões de habitantes.

Nas próximas entrevistas, ainda, o brasileiro deixará de citar os bens duráveis que possui no imóvel, como tevês e geladeiras. Isso porque outras pesquisas do IBGE já levantam esse tipo de informação. Por outro lado, responderá sobre a natureza da união, entre mais algumas variáveis demográficas.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados