Artigo

2020: o ano do marketing humanizado

15 de Janeiro de 2020 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Ricardo Vinhas, consultor empresarial - ricardo@k2ponto.com.br

Há uma unanimidade entre as principais previsões de marketing digital para 2020: a urgência da "autenticidade". Isso é o que atestaram os especialistas entrevistados pelo site Influencive quando perguntados sobre como as marcas e empreendedores devem nortear suas estratégias de comunicação no início da nova década.

2020 é o ano em que a fachada do marketing perfeitamente polido vai desmoronar. As pessoas estão cansadas de superproduções e de fotos glamourosas, ao passo que esperam por consistência (a prova de que seus influenciadores favoritos realmente vivem o que falam).

Leia abaixo as principais tendências de marketing digital para 2020.

Transmissões ao vivo

Transmita ao vivo de qualquer lugar. Apresente o caos de se preparar para um evento tendo três filhos, quando seu bebê está gripado e sua última roupa limpa agora está suja, por exemplo. Enfim, mostre o seu mundo de verdade.

Menos produção, mais vida real

Abandone o Photoshop. Você tem uma cicatriz na sobrancelha? A comilança do feriado adicionou uns quilos extras em suas fotos? Sem problemas. Deixe o seu público ver.

Diga a verdade

2019 foi um ano difícil? Diga à sua audiência. E não perca essa oportunidade usando o habitual "Cara, foi um ano desafiador!" Diga o que deu errado. Diga como seu coração se partiu. Conte sobre a noite em que você quase desistiu. Fale sobre os erros que o atrapalharam. Apenas diga a verdade.

Acessibilidade

Você deve se certificar de que os leitores de tela e os chatbots consigam interpretar seu site, blog, vídeos e podcast. A pesquisa por voz ainda está em ascensão e não demorará muito para que as pessoas "leiam" seu site conversando com um bot. O foco na acessibilidade garantirá que as pessoas possam consumir seu conteúdo da maneira que desejam.

2020 é o ano da conversa (mas você precisa responder!)

As mídias sociais serão voltadas para conteúdos interativos e personalizados. Do Instagram Stories aos chatbots de messenger, as pessoas querem fazer parte de conversas. O conteúdo interativo personaliza o contato e cria relacionamentos que impulsionam as vendas.

Cuidado: em inúmeros casos, o cliente dedica tempo para comentar um post, mas não há resposta por parte da empresa. O silêncio sugere a esse cliente em potencial - e a todos os que estão observando - que você não monitora seus canais sociais ou que o atendimento não é uma prioridade.

Seja consistente

No marketing de redes sociais, as tendências podem mudar diariamente, mas algumas coisas permanecem cruciais, como a "consistência". Ter um plano de marketing de conteúdo evita a criação de peças aleatórias e apressadas, além de liberar você para produzir conteúdo real, valioso e no momento que seu público está pronto para consumi-lo.

Conclusão

No início da nova década, todo o conteúdo que tiver "cara de propaganda" será posto de lado, pois os consumidores estarão à procura da "vida real" na comunicação on-line. Esta é uma excelente notícia para os pequenos negócios. As superproduções - sejam fotos, vídeos ou outras mídias - custam caro e, muitas vezes, escapam do alcance das operações de menor porte.

A partir do momento em que a criatividade e a humanização dos conteúdos passarem a imperar, o que veremos é a democratização das chances de sucesso. Não importa se você é grande ou pequeno. Sairão vitoriosos os que conseguirem atrair e reter o público com mensagens repletas de gente normal, vivendo situações reais.

Que venha 2020 e a nova década!


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados