Estilo
Bem-estar

Momento certo para resgatar a saúde e a alegria

Reaberto há uma semana o Kurotel, em Gramado, dentro da sua essência foca o atendimento no fortalecimento do sistema imunológico dos pacientes

01 de Maio de 2020 - 16h42 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Kurotel recebeu prêmio de Melhor Centro Médico das Américas (Foto: Divulgação - DP)

Kurotel recebeu prêmio de Melhor Centro Médico das Américas (Foto: Divulgação - DP)

Família Silveira reforça que a medicina preventiva é o caminho (Foto: Divulgação - DP)

Família Silveira reforça que a medicina preventiva é o caminho (Foto: Divulgação - DP)

Nutróloga Mariela Silveira recomenda sete porções de frutas diariamente (Foto: Divulgação - DP)

Nutróloga Mariela Silveira recomenda sete porções de frutas diariamente (Foto: Divulgação - DP)

Centro médico preconiza alimentação saudável  e orgânica (Foto: Divulgação - DP)

Centro médico preconiza alimentação saudável e orgânica (Foto: Divulgação - DP)

O Kurotel - Centro Contemporâneo de Saúde e Bem-Estar, localizado em Gramado, na Serra Gaúcha, retomou suas atividades há uma semana. Embora não tenha tido a necessidade de fechar as portas, por tratar-se de um centro médico, foi o primeiro estabelecimento da Região das Hortênsias a aderir à quarentena. Mais que uma pausa, foi o momento de ser contemporâneo e encontrar, dentro de sua essência, uma nova maneira de manter as pessoas com saúde, alegria e bem-estar. Por isso, manteve sua presença de forma on-line, diariamente, com orientações importantes para a vitalidade. Do contato virtual, com a sociedade enclausurada, nasceu um e-book com receitas focadas na imunidade e nas vitaminas essenciais que o momento carece.

Desde o dia 24 de abril, o Kur segue, de forma presencial, cumprindo a sua missão, legitimada há mais de 45 anos, quando sua concepção começou a ser idealizada, de atuar pelo estímulo a uma existência com mais saúde e vitalidade. Após 37 dias de suspensão de atendimento presencial, reabriu as portas para atender, com exclusividade, as necessidades do momento atual, legitimando seu comprometimento de que o valor maior da Medicina está na prevenção.

Atividades síncronas, um olhar diferenciado para a alimentação, com ingredientes que auxiliam na melhora da imunidade, atividades físicas e uma equipe interdisciplinar formam o conjunto ideal para oferecer, neste momento, a tão esperada sociabilização, saúde e bem-estar. O trabalho, sob regras austeras de prevenção, para minimizar os riscos à saúde de clientes e colaboradores, será desenvolvido para um número limitado de vagas, evitando aglomerações.

"Este momento foi muito importante para nós, como centro de saúde. Estivemos imersos em uma busca ávida de como poderíamos ajudar as pessoas a enfrentarem, com resiliência, o contexto atual. Temos a certeza de que os serviços por nós oferecidos atendem às necessidades e a busca por melhor saúde, mais vida", afirma a diretora Neusa Silveira.

Trabalho pioneiro

O Kur (cura, em alemão) nasceu de uma inquietação. Inquietação de jovens universitários da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), que perceberam que a Medicina devia tratar a saúde, e não a doença. O empreendimento começou a ser idealizado há mais de 50 anos nas salas, corredores e espaços diversos da Universidade por dois pelotenses: Luís Carlos e Neusa Silveira, então, um casal de namorados. Hoje, são 38 anos de história, e sua trajetória fez do Kur um cobiçado endereço para quem busca saúde e bem-estar, sendo reconhecido internacionalmente como um dos melhores do mundo.

"Às vezes eu ficava mais tempo na enfermaria, onde fazíamos atendimento, para conversar com os pacientes e descobria coisas extraordinárias, que eles verbalizavam. Eu identificava que, na verdade, seus problemas e angústias eram a razão de sua baixa imunidade e, por consequência, eram a razão de suas patologias", conta o médico.

O futuro médico sonhava em fazer alguma coisa diferente. permitir que seu cliente pudesse verbalizar, relatar "aquilo que estava na linha abaixo d'água", revela, apontando suas inquietações, desde a época em que era um universitário: "E por que a imunidade estava baixa? Porque aquele paciente estava estressado, e, portanto, produzia muito cortisol (hormônio produzido pela glândula suprarrenal deprimindo o sistema imunológico) . Era necessário tratar aquele problema desde sua raiz", conta Dr. Luís Carlos.

O médico soube que o método que idealizava já existia e era utilizado na Europa. Esses espaços, na Alemanha, chamavam-se Kurotel e eram centros de curas, tratamentos e terapias. Ele ficou fascinado. Depois de uma viagem à Europa para aprofundar ainda mais seus conhecimentos sobre a medicina preventiva e sobre o método Kneipp (processo terapêutico que utiliza a água como propriedade curativa ) Luís Carlos e Neusa voltaram para Pelotas para desenhar seu projeto e começaram a procurar cidades/ locais para darem início ao seu negócio.

Em 1971, o casal começou a procurar por terrenos para construir. Várias cidades do Rio Grande do Sul foram visitadas. Gramado e outra cidade do interior foram cogitadas. Foi Neusa quem decidiu que Gramado seria, sem dúvida, a cidade ideal devido à semelhança com a Europa, clima, arquitetura, hospitalidade, gastronomia e os dialetos alemão e italiano, que, na época, eram muito falados na cidade. Os Silveira passaram a reunir-se com empresários de todo o Estado para explicar o objetivo do local. Porém, por ser algo totalmente inovador as pessoas tinham dificuldades de compreender.

Em 1982, projeto do jovem casal de pelotenses se concretizou. Em 26 de março daquele ano o Kurotel abriu suas portas e seguiu uma trajetória de cuidados e inovações, tornando-se um dos mais cobiçados endereços do mundo para quem busca saúde, qualidade de vida e bem-estar físico e mental.

Hoje o empreendimento tem a participação ativa das filhas do casal de médicos, que também dedicaram suas carreiras à área médica. A filha caçula, Mariela Silveira, é médica especialista em Nutrologia, assim como o pai, e é a diretora médica do Kur; Rochele Silveira, formada em Administração, é a diretora administrativa e também diretora da Kur Cosméticos ; Bárbara Silveira é fisioterapeuta, hoje responsável pelo Family Office; e Evelise Silveira é médica geriatra e tem seu próprio empreendimento: Gramado Zoo e do Parque Gaúcho, ambos localizados em Gramado. A família defende sua missão diariamente e para cumprir o compromisso assumido na criação do Kurotel, os gestores investem em constante processo de inovação, sempre buscando as melhores tecnologias na área da saúde e bem-estar.

O trabalho reconhecido e elogiado não só pelos pacientes, ganhou projeção e vêm conquistando prêmios há alguns anos. Em dezembro do ano passado, por exemplo, o Kur foi eleito, por cinco anos consecutivos, como o Melhor Centro Médico das Américas, pelo World Luxury Spa Award, e é também creditado pela Wellness for Cancer como um dos mais completos centros de tratamento pós-câncer na área de Spas; além de ser apontado como um dos melhores SPAs médicos do mundo pela Lux Life Magazine. É o primeiro SPA Kosher do mundo.

Sobre o e-book

A saúde nutricional é, sem dúvida, altamente importante para a imunidade. Essencial para potencializar a defesa do organismo. Considerando que os alimentos são como remédios naturais, os profissionais do Kur elaboraram um e-book especial, com receitas para fortalecer o sistema imunológico. O material pode ser baixado gratuitamente pelo link: www.kurotel.com.br/nutricao.

Entrevista com Mariela Silveira

Em entrevista ao Estilo, a médica Mariela Silveira, especialista em Nutrologia, conta um pouco sobre a atuação dos profissionais da área da saúde do Kur nestes dias, após a reabertura. Para ela é hora de fortalecer o organismo, mas isso só é possível com uma mudança no estilo de vida.

Diário Popular/Estilo - O que mudou no atendimento do Kurotel aos seus clientes a partir desta pandemia, em termos de protocolos dos cuidados sanitários? São ações inéditas no estabelecimento ou um redobrado cuidado nas práticas dos profissionais deste centro de saúde?

Mariela Silveira - O Kurotel adotou ações inéditas e de precaução máxima para este período: realizou treinamentos intensivos e constantes com a equipe de colaboradores; contratou equipe de sanitização especializada periódica, seguindo padrão internacional; passou a exigir testagens de saúde antes de receber os clientes; adotou máscaras e protetores faciais (face shield) para todos colaboradores.

Diário Popular/Estilo - O que é importante passar para os pacientes nesta época de tantas dúvidas?

Mariela Silveira - É fundamental mantermos atualizadas as informações que chegam a cada dia. A comunidade científica está trabalhando incessantemente sobre esse tema mundial. Por isso, vimos fazendo esclarecimentos, baseados em evidências e com cuidado humanizado e acolhedor. É importante que todos entendam que quem tem mais saúde, passará por esse momento que estamos vivendo, no sentido físico, mental e emocional. É hora de fortalecer o organismo, mantendo a saúde de fato mais forte.

DP/E - Neste período em que estiveram fechados, chegaram a manter atendimentos via web? A telemedicina é uma alternativa para o presente e para o futuro?
MS - Sim. Estivemos presente na vida de nossos clientes e da população em geral por intermédio de lives em nossas redes sociais, realizando também palestras, orientações, ouvidoria médica pelo WhatsApp, tanto para apoio como uma forma de respondermos as dúvidas sobre o momento. Não seria a telemedicina clássica, mas foi e está sendo necessário usarmos os recursos on-line para ajudarmos as pessoas da melhor forma possível. O Brasil, que tinha algumas restrições à telemedicina, necessitou fazer readequações, assim como o mundo inteiro.

DP/E - O foco desta reabertura é a melhora da imunidade. Como se pode estimular o sistema imunológico?

MS - Se melhorarmos o estilo de vida, contribuímos para a melhor imunidade. Isso parece ser importante para fazer pessoas passarem melhor pelo problema, caso se contaminem. Ainda nos falta compreender melhor o que faz com que algumas pessoas fiquem assintomáticas ou com pouquíssimos sintomas, enquanto que outras desenvolvem sintomas e algumas, nas suas formas mais graves. Mas algumas coisas são fundamentalmente relacionadas ao estilo de vida, já sabemos que tem um elevado impacto. É aconselhado evitar o alcoolismo ou parar de fumar, por exemplo. Isso é super importante. Fumantes têm 1,8 vezes mais doença pelo coronavírus e necessitam 2,4 vezes mais intubação, quando é o caso. Quando controlamos melhor doenças como diabete, hipertensão e cardiopatias reduzimos as chances de complicações da Sars-Cov 2, uma vez que a pessoa tenha se contaminado.

DP/E - Este é o momento de se proteger contra a Covid-19 e outras doenças infecciosas, comuns nesta época do ano?

MS - Sem dúvida. Quando nos protegemos quanto à Covid-19, nos protegemos também quanto a todas as outras doenças infectocontagiosas mais comuns no inverno.

DP/E - Quais os grupos de alimentos são mais adequados quando o objetivo é esse? Frutas, verduras, legumes, grãos, proteínas?

MS - Alimentos ricos em vitaminas e minerais, fitoquímicos. Se consumirmos sete porções de frutas, verdura e legumes ao dia, reduzimos as doenças como diabete, câncer e doenças cardiovasculares, como mostra a literatura, e ficamos com menos comorbidades. Essa é uma medida de saúde pública. Grãos e oleaginosas são muito recomendáveis também.

DP/E - Neste período de incertezas e de isolamento a depressão, a angústia e ansiedade afloram com mais facilidade. Aos pacientes do Kurotel é dada uma atenção especial a estes sentimentos? Como motivar as pessoas, até mesmo para a retomada de suas vidas?

MS - Isto é algo que necessita de atenção muito especial. A psicologia é extremamente importante para ajudar as pessoas a melhorarem a depressão, ansiedade, transtornos alimentares, adições a álcool e outras drogas e especialmente, para cuidar da saúde mental e emocional, de maneira integrada. Sentir-se apoiado, neste momento, é ainda mais importante. Fortalecer corpo e mente fará com que passemos esta fase com mais resiliência. E é isso que orientamos: mantenha seu corpo e mente saudável. E estamos, aqui no Kur, trabalhando para isso.

Comentários Comente

REDES SOCIAIS

Diário Popular - Todos os direitos reservados