Estilo
Pintura

Nas cores da tinta de giz

Artista plástico Gerson Santos apresenta sua pintura com giz

21 de Abril de 2017 - 13h45 0 comentário(s) Corrigir A + A -
Diversas temáticas fazem parte das obras, de desenhos abstratos a figurativos (Foto: Paulo Rossi - DP)

Diversas temáticas fazem parte das obras, de desenhos abstratos a figurativos (Foto: Paulo Rossi - DP)

Gerson Santos é um andarilho. Há 16 anos espalha sua arte pelas cidades gaúchas, batendo de porta em porta para oferecer telas nas quais utiliza a técnica de derreter giz de cera com ferro de passar roupa. Recentemente passou 52 dias longe de casa (ele mora em Gravataí) e esta semana esteve de passagem por Pelotas.

Esta é a sua segunda vez na cidade. Esteve por aqui em 2012. Para a estadia de cinco dias, Gerson produziu cerca de 50 obras, entre desenhos abstratos, florais, casarios e elementos jurídicos. Cada trabalho leva em média de 20 minutos até quatro horas para ser finalizado. No último domingo chegou a fazer oito telas, o que considera um processo rápido.

Conta que seu conhecimento na arte foi intuitivo. Não possui formação acadêmica. Ele já desenhava quando resolveu colocar o ferro quente sobre uma caixa repleta de pedacinhos de giz de cera. “Foi um experimento. Sabendo que era possível derreter, comecei a trabalhar somente com isso”, revela. Os traços são realizados com um cabo de madeira.

Todas as telas possuem o mesmo tamanho (48 cm x 68 cm) e o mesmo valor (R$ 120,00). A arte, segundo ele, é o seu único sustento. Por isso, vive na estrada, é um artista itinerante. Além de circular pelo Estado, já passou temporadas em Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.

O trabalho de Gerson Santos pode ser solicitado via fanpage www.fb.com/gerson.santos.5682, pelo telefone (51) 98654-5767 ou através do e-mail gersongizdecera@hotmail.com.

Comentários Comente

  • Não há comentários, seja o primeiro a comentar!

REDES SOCIAIS

Diário Popular - Todos os direitos reservados