Série B

Contra a má pontaria

Para combater a falta de gols, Gilmar Dal Pozzo testa equipe com dois centroavantes

11 de Julho de 2018 - 10h50 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Michel terá a companhia de Luiz Eduardo no ataque (Foto: Jô Folha - DP)

Michel terá a companhia de Luiz Eduardo no ataque (Foto: Jô Folha - DP)

Vinte um de abril. Foi nesse dia, há quase três meses, que Michel marcou um dos gols do Brasil no empate por 2 a 2 com o Avaí. Esse foi o último gol de um centroavante com a camisa rubro-negra. Para acabar com a má fase dos goleadores, o técnico Gilmar Dal Pozzo pode apostar em uma formação com dois homens de área nesta sexta-feira, contra o Juventude, no Bento Freitas.

Titular em grande parte do Campeonato Gaúcho, Luiz Eduardo chegou impondo respeito. Fez três gols nos três primeiros jogos e caiu nas graças da torcida. Mas ele parou por aí. Uma sequência de lesões atrapalhou os planos do jogador.

Preocupado com a questão física do atleta, o Brasil então buscou o artilheiro do Gauchão para brigar pela camisa 9. Autor de oito gols pelo São Luiz, Michel chegou na Baixada e já ganhou um lugar entre os 11. Foi titular na primeira rodada, contra o São Bento, e no segundo jogo marcou contra o Avaí. Mas também parou por aí.

E como centroavante vive de gols, Michel afirma que não está sendo nada fácil conviver com esse jejum de quase três meses sem balançar as redes. "Essa falta de gols incomoda em vários fatores. Graças a Deus eu tenho o equilíbrio de não levar isso para dentro de casa, para perto dos meus filhos, mas incomoda no sono, no nervosismo, na parte mental. (...) Estou trabalhando pra caramba para que no próximo jogo já consiga ter uma oportunidade de fazer um gol e deslanchar nessa Série B", analisou.

Também preocupado com a falta de gols de seus homens de frente, o técnico Gilmar Dal Pozzo deve dar uma oportunidade para os dois jogarem juntos - como aconteceu no segundo tempo da derrota para o CSA. "Acho interessante. No decorrer da minha carreira joguei pelo lado e se pegar os meus jogos e os jogos do Luiz, vai ver que a gente ajuda muito na marcação. Acredito que não vamos ter dificuldade nisso. Vamos ter dois caras na frente com porte físico para segurar, para fazer com que o time consiga sair jogando. E posteriormente a gente vai ter presença de área e, se Deus quiser, um dos dois vai balançar as redes nesse jogo", disse Michel.

Nesta sexta-feira, às 18h, o Xavante recebe o rival Juventude no Bento Freitas, e é consenso no grupo que uma vitória pode mudar o rumo do time na Série B. "Uma vitória no clássico vai nos dar uma confiança a mais, vai nos alavancar e eu acredito que é isso que está faltando para nós. Essa vitória, esse gol, trazer essa confiança de volta. A gente tem um time bom, o que falta é as coisas começarem a acontecer, e nada melhor que isso ser em um clássico", concluiu.

A tendência é que o Brasil enfrente a equipe da Serra com Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Rafael Dumas e Bruno Collaço; Leandro Leite, Sousa, Mossoró e Pereira; Luiz Eduardo e Michel.

Direção monitora reforços
O departamento de futebol rubro-negro segue vasculhando o mercado em busca de reforços para Dal Pozzo. Uma das posições mais carentes é a lateral esquerda. Para a vaga deixada por Artur - que está no Criciúma - uma das alternativas é Mário Henrique, que pertence ao Brazlândia do Distrito Federal. Outro nome especulado é Julinho, que disputou a Série D pelo Caxias.

Quem também estava no Caxias e pode reforçar o Brasil é o volante Gílson. O atleta rescindiu contrato nesta terça-feira (10) com o time da Serra e já negocia com o diretor executivo de futebol xavante, Carlos Kila.

Fora dos planos
Calyson está fora dos planos do Brasil. O meia foi retirado do treinamento de terça-feira (10) por problemas disciplinares e não vestirá mais a camisa do clube. Este já é o segundo caso de indisciplina que culmina com dispensa neste ano. No começo da Série B, ainda sob o comando de Clemer, Alisson Farias foi devolvido ao Internacional.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados