Gauchão

Brasil perde para o São José por 2 a 1 no Passo D'Areia

Claudinho e Rafinha marcaram para o time da capital; Leandro Leite descontou no fim, marcando seu primeiro gol com a camisa rubro-negra

20 de Março de 2017 - 19h55 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Roberto Ribeiro
roberto@diariopopular.com.br 

Leandro Leite sobe para cabecear e marcar seu primeiro gol com a camisa do Brasil em 249 jogos; apesar disso, capitão não conseguiu evitar a derrota para o São José por 2 a 1 na noite desta segunda-feira pelo encerramento da 8ª rodada do Gauchão (Foto: Jonathan Silva - Especial DP)

Leandro Leite sobe para cabecear e marcar seu primeiro gol com a camisa do Brasil em 249 jogos; apesar disso, capitão não conseguiu evitar a derrota para o São José por 2 a 1 na noite desta segunda-feira pelo encerramento da 8ª rodada do Gauchão (Foto: Jonathan Silva - Especial DP)

O atacante Marcinho carrega a bola em direção ao campo de defesa do São José na derrota por 2 a 1 na noite desta segunda-feira no estádio Passo D'Areia, em Porto Alegre (Foto: Jonathan Silva - Especial DP)

O atacante Marcinho carrega a bola em direção ao campo de defesa do São José na derrota por 2 a 1 na noite desta segunda-feira no estádio Passo D'Areia, em Porto Alegre (Foto: Jonathan Silva - Especial DP)

O lateral-direito Wender tenta conter o ataque do São José durante a partida da noite desta segunda-feira, no estádio Passo D'Areia, em Porto Alegre, pela 8ª rodada do Campeonato Gaúcho; derrota por 2 a 1 faz Xavante sair da zona de classificação (Foto: Jonathan Silva - Especial DP)

O lateral-direito Wender tenta conter o ataque do São José durante a partida da noite desta segunda-feira, no estádio Passo D'Areia, em Porto Alegre, pela 8ª rodada do Campeonato Gaúcho; derrota por 2 a 1 faz Xavante sair da zona de classificação (Foto: Jonathan Silva - Especial DP)

Atualizada 

Muito pouca coisa funcionou no Brasil na noite desta segunda-feira (20) no encerramento da 8ª rodada do Gauchão. O Xavante só demonstrou organização e algum futebol a partir da metade da etapa final, após o técnico Rogério Zimmermann fazer as três alterações a que tem direito. A essa altura, no entanto, o São José já vencia por 2 a 0. Leandro Leite, de cabeça, descontou no fim, marcando seu primeiro gol com a camisa xavante após cinco temporadas e 249 jogos. A derrota por 2 a 1 diante das arquibancadas do estádio Passo D'Areia - a partida foi disputada com portões fechados - foi justa pelo futebol que o elenco rubro-negro apresentou na maior parte do confronto.

Com o resultado o Brasil perde uma posição na tabela - é 9º - e deixa o grupo dos oito primeiros. Soma oito pontos ganhos - os mesmos do São Paulo-RG (10º), um a mais do que o Ypiranga (11º) - primeiro clube na zona da degola. Agora o 8º é justamente o rival da noite desta segunda, que com a vitória sobe para 10. Na sequência o Xavante tem duas pedreiras em casa: a primeira é quinta, contra o Caxias. A segunda é domingo, contra o líder Novo Hamburgo. Já o São José vem à Zona Sul na próxima rodada encarar o São Paulo no Aldo Dapuzzo.

O jogo
Até o gol que abriu o marcador, a primeira finalização tinha sido do São José, com Rafinha, de dentro da área, após receber de Clayton, aos 15. Dois minutos depois Lenílson erra passe na intermediária, Jô desce em contra-ataque e é parado com falta por Tiago Silva. Na sequência a bola é levantada na área, e na segunda trave o zagueiro Claudinho, em posição duvidosa, desvia de cabeça para colocar o Zequinha na frente: 1 a 0.

O Brasil respondeu aos 27, com Lenílson cobrando falta que obrigou o bom goleiro Fábio a segurar firme, junto ao canto direito inferior da trave.

Na segunda etapa, foi o Brasil quem primeiro finalizou, logo aos 50 segundos, com Lenílson de fora da área, para outra defesa segura de Fábio. Aos 9, porém, o São José amplia num belo gol de Rafinha, da entrada da área, no ângulo esquerdo de Martini. Foi o 6º gol do jogador no Gauchão, líder na artilharia juntamente com João Paulo, do Novo Hamburgo. A vantagem construída pelo rival obrigou Rogério Zimmermann a olhar para o banco de reservas, de onde chamou Bruno Lopes e Rodrigo Silva para sacar Gustavo Papa e Nem, respectivamente, aos 18.

A partir daí, o Brasil melhorou. Parou de abusar das bolas aéreas contra a zaga alta do São José e tentou criar pelo chão, no gramado sintético do Passo D'Areia. Aos 23, numa boa trama, o Xavante penetrava pela primeira vez tocando a bola na área adversária, sem no entanto conseguir concluir. Três minutos mais tarde João Afonso avança e bate com perigo de fora da área, à direita de Fábio. Aos 29, já com Tiago Silva no lugar de Lenílson, em cobrança de falta sofrida por Marcinho na entrada da área, Rodrigo Silva carimba o pé da trave esquerda de Fábio. Mas aos 35 Martini com os pés salvou aquele que poderia ser o terceiro gol do São José em uma conclusão de Jô, de dentro da área. Aos 42 o gol de honra: em cobrança de escanteio, após Fábio espalmar para linha de fundo um chute à queima-roupa de Marcinho, a bola foi disputada no alto. Na sobra, Leandro Leite se antecipa ao goleiro e marca de cabeça - 2 a 1. Depois do gol, porém, o time da capital soube administrar a vitória e não correu riscos até os 50 da etapa final, quando o árbitro Anderson Farias apitou o fim do jogo.

Ficha técnica 

São José 2x1 Brasil

São José - Fábio; Bindé, Claudinho, Wagner e Dudu; Alberto, Felipe Guedes, Clayton (Marcel) e Rafinha; Jô (Marcio Jonathan) e Paulinho (Cláudio Maradona). Técnico: China Balbino

Brasil - Eduardo Martini; Wender, Cirilo, Leandro Camilo e Tiago Silva; Leandro Leite, João Afonso, Nem (Rodrigo Silva) e Lenílson (Jean Silva); Marcinho e Gustavo Papa (Bruno Lopes). Técnico: Rogério Zimmermann.

Gols - Claudinho, aos 18 do 1º tempo para o São José; Rafinha, aos 9, para o São José, e Leandro Leite, aos 42 do 2º tempo, para o Brasil.

Cartões amarelos - Jô, Rafinha, Márcio Jonathan e Dudu (SJ); Tiago Silva, Leandro Camilo, Leandro Leite e João Afonso (B)

Arbitragem: Anderson Farias, auxiliado por Leírson Martins e Micael Estanislau

Local - estádio Passo D'Areia, em Porto Alegre

Notícias relacionadas


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados