Campanha

Extremo Sul supera 52% da meta de negociação

Na virada de novembro para dezembro, 1,5 mil contratos novos foram incluídos na #Quitafácil

06 de Dezembro de 2017 - 19h50 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Mutirão. Em Pelotas, a Agência Fragata teve três dias de ação especial. (Foto: Gabriel Huth - DP)

Mutirão. Em Pelotas, a Agência Fragata teve três dias de ação especial. (Foto: Gabriel Huth - DP)

Praticamente na metade da campanha #Quitafácil, a Superintendência Regional Extremo Sul da Caixa Econômica Federal já alcançou 52% do seu objetivo de negociar as dívidas dos clientes. Do total, R$ 5,3 milhões já foram recuperados na região, conta a gerente regional Léslie Timm. Em todo o país, esta soma está em R$ 425 milhões.

A campanha #Quitafácil é desenvolvida em todo o país desde o final do mês de novembro e vai se estender até o dia 28 de dezembro. Segundo a gerente, metade das dívidas levadas para negociação através da campanha tem suas pendências resolvidas.

Os primeiros resultados na região vieram de uma projeção de negociação das dívidas em R$ 6,5 milhões, que ainda não se concretizaram totalmente. “Ainda têm muitos boletos na rua”, explica Léslie, que acompanha o andamento da campanha em 36 cidades de abrangência da Regional Extremo Sul.

Na virada de novembro para dezembro, 1,5 mil contratos novos foram incluídos na #Quitafácil. São contratos com mais de 360 dias de vencimento em 31 de agosto, mas que continuavam com algumas pendências, explica a gerente.

Atendimento como ocorreu em Pelotas, na agência Fragata da Caixa, foi realizado também em Rio Grande, Bagé e Camaquã, cidades da região com as maiores carteiras de clientes - delas, a maior é Pelotas, como polo de negócios.

Clientes inadimplentes interessados em utilizar a #Quitafácil ainda podem encaminhar e-mail para sr4172rs14@caixa.com.br, com um telefone de contato, que a negociação será tratada individualmente, informa Léslie.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados