Universo canino

Um dia para apreciar o pastor alemão

Exposição especializada, válida pelos rankings gaúcho e Regional Sul, reunirá mais de 50 cães neste sábado, em Pelotas

15 de Novembro de 2019 - 16h47 Corrigir A + A -

Por: Michele Ferreira
michele@diariopopular.com.br 

Humberto Gautério começou a criar a raça em 2009 (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Humberto Gautério começou a criar a raça em 2009 (Foto: Carlos Queiroz - DP)

No momento, Gautério tem ido às provas com Joca e Cusca (com a pelagem preta) (Foto: Carlos Queiroz - DP)

No momento, Gautério tem ido às provas com Joca e Cusca (com a pelagem preta) (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Os apreciadores do universo canino terão bela pedida neste sábado (16). Uma exposição especializada em pastor alemão irá reunir mais de 50 animais, em etapa válida pelos rankings gaúcho e Regional Sul, com competidores dos três estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O evento, agendado para as 9h30min, também marca as comemorações de 40 anos do Núcleo Pelotense de Cães Pastores Alemães (Nuppa). Será um dia para enaltecer a raça, reconhecida pela versatilidade. São cachorros próprios para trabalho, guarda, esporte ou companhia.

Quem comparecer à exposição não irá acompanhar provas de beleza ou adestramento. O evento é dirigido a avaliações da aptidão para o trabalho, como a possibilidade de serem utilizados em ações que envolvem rastreamento e resgate. São animais que reúnem três características essenciais para ganharem valor de mercado em uma futura reprodução: temperamento equilibrado, isenção de doenças genéticas e obediência. O encanto desses peludões, claro, também entrará em pista.

Ao todo, pelo menos 30 criadores devem participar. Um deles é Humberto Gautério, que desde 2009 se dedica à atividade. No momento, o coordenador do Núcleo Pelotas tem girado as competições - dentro e fora do país - com duas cadelas: a Joca, prestes a completar dois anos de idade, e a Cusca, que acaba de fazer um ano e já promete. Em seis exposições, subiu cinco vezes ao pódio. Um feito que traz destaque à pelagem toda preta, própria de pouco mais de 5% dos pastores alemães.

“Ao observarmos esses três quesitos vamos obtendo um refinamento, com animais que apresentam morfologia e comportamento desejáveis”, destaca o rio-grandino. E lembra que atualmente, aproximadamente cinco mil novos pastores alemães são registrados por ano no Brasil.

Em busca de um cão promissor
O investimento é alto. Conforme a linha de sangue, um filhote pode valer até R$ 4 mil, com um detalhe: quanto maior a pigmentação, maior o apreço. E para aumentar as chances de resultados positivos, no futuro, são vários os cuidados. Da dentição às vacinas importadas, consultas, vermífugos e rações de primeira linha. Tudo para que os animais estejam em pista, com alto rendimento, até cerca de seis anos de idade - conta o coordenador do Nuppa Litoral Sul, Cláudio Balreira, criador de pastor há 25 anos.
Depois, quando estiverem aposentados das disputas oficiais, seguirão em alta. Aí apenas como belos companheiros da família.

Prestigie!
* Exposição especializada da raça Pastor Alemão
- Quando: Sábado, dia 16, a partir das 9h30min
- Onde: Associação Rural de Pelotas
- Entrada: franca

* Entenda melhor as provas deste sábado
- Para filhotes, de quatro meses a um ano de idade: Através da movimentação e do repouso, o juiz Luiz Delfino irá avaliar a morfologia dos animais, com olhos atentos à proporção e angulação de membros.

- Para jovens, de um a dois anos de idade: Além da observação da morfologia, os cães também são analisados em outros dois aspectos: os criadores devem apresentar exames para confirmar que os animais estão isentos de displasia de quadril e cotovelo e os pastores são submetidos à prova de tiro, em que não podem demonstrar medo ou susto.

- Classe Aberta, a partir dos dois anos: Antes de entrarem em pista para análise morfológica e prova de tiro, os cães passam pela chamada prova de coragem, em que devem reagir na defesa do condutor, em ameaça provocada por agressor-figurante. O teste de coragem é classificatório e eliminatório.

* Para fazer contato com os Núcleos pelotenses
- Nuppa Litoral Sul: Cláudio Balreira - (53) 98114-8269 e Luiz Spallone - 99981-6300
- Núcleo Pelotas: Humberto Gautério - (53) 99102-4115

- Acesse também informações através do Clube Brasileiro do Pastor Alemão, na internet: clubepastoralemao.com

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados