Prazo

Último dia para buscar o Auxílio Pelotense

Benefício de R$ 200,00 será destinado para 1.500 mulheres em situação de vulnerabilidade social

16 de Setembro de 2021 - 23h15 Corrigir A + A -
O pagamento da primeira parcela deve ocorrer no próximo dia 30 (Foto: Jô Folha - DP)

O pagamento da primeira parcela deve ocorrer no próximo dia 30 (Foto: Jô Folha - DP)

Termina nesta sexta-feira o prazo de cadastramento no Auxílio Emergencial Pelotense. O benefício de R$ 800,00, dividido em quatro parcelas de R$ 200,00, é destinado a mulheres em condições de pobreza ou vulnerabilidade social. O pagamento da primeira parcela deve ocorrer no próximo dia 30. Para alcançar o maior número de pessoas, a prefeitura tem feito busca ativa e disponibilizou um espaço no Pelotas Parque Tecnológico onde as interessadas podem fazer o cadastro.

Faltando pouco tempo para o fim do prazo de inscrições, Taís Teixeira, 17, esteve no local. Mãe de uma filha de dois anos, conta que deixou de trabalhar para cuidar da pequena porque, segundo ela, o valor que recebia no antigo emprego como cuidadora de uma idosa não compensava os gastos para deixar a menina sob cuidados. Agora, grávida de cinco meses, tem sentido na pele as dificuldades de manter o sustento da casa sozinha. "Estou precisando muito e esses R$ 200,00 são uma grande ajuda para quem não tem nada. Atualmente vivo de doações e o auxílio vai fazer uma grande diferença", projeta.

De acordo com o diretor executivo da Secretaria de Assistência Social (SAS), Maicon Machado, a busca pelo auxílio está dentro do esperado e deve chegar a duas mil mulheres cadastradas. Até o começo da tarde de ontem, 489 mulheres haviam ido ao Parque Tecnológico para atualizar os dados ou realizar a inscrição. Outras 1.015 já contavam com as informações em dia no sistema municipal. A projeção inicial da SAS era que 1.547 mulheres estariam aptas para receber o auxílio. A lei publicada pela prefeitura em agosto determina que o benefício será pago a 1.500 mulheres. "Esperamos que até esta sexta-feira tenhamos chegado a 800 mulheres procurando o serviço para efetivarem a inscrição. Tão logo a gente termine o processo de cadastramento, começaremos as filtragens para fechar o número de 1500", afirma Maicon.

Tendo em a procura pelo benefício acima do limite de beneficiárias, foram estabelecidos critérios como a dispensa de ser chefe de família em caso de mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, desde que comprovada por meio de medida protetiva ativa aplicada nos últimos 12 meses até a data da publicação da Lei. Também será destinado 10% do limite do benefício, para aquelas que ainda não estejam inscritas no Cadastro Único do governo federal categorizada como família em situação de pobreza e ou extrema pobreza, mas que atendam os demais requisitos e tenham perdido o vínculo formal de emprego nos últimos 12 meses. O maior número de membros da unidade familiar será considerado como fator preferencial para a concessão do benefício.

Sem previsão de prorrogação

O Executivo informou ontem não ter previsão de prorrogação do prazo de cadastramento. Na próxima segunda-feira será definido o calendário de pagamentos das parcelas do benefício. Interessadas em receber o auxílio e que ainda não tenham fornecido seus dados devem comparecer ao Pelotas Parque Tecnológico até às 17h de hoje, na avenida Domingos de Almeida, 1.785, no Areal.

Critérios para receber o Auxílio Emergencial Pelotense 

- Ser a responsável pela unidade familiar e estar em condição de pobreza e ou extrema pobreza
- Estar inscrita no Cadastro Único até 18 de agosto de 2021
- Ter residência comprovada na cidade de Pelotas
- Possuir renda per capita até R$ 178,00
- Não ser beneficiária do Bolsa Família
- Não receber Auxílio Emergencial do governo federal
- Não ser beneficiária de seguro-desemprego ou benefícios previdenciários de qualquer natureza


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados